Siga o Blog por E-Mail.

sábado, 3 de agosto de 2019

Cartaxo Presenteia João Pessoa com Crise Ética, Censura e Desrespeito Religioso


“João, pessoa que não conheci e nem faço questão” (Chico Limeira)

Nos últimos anos, quando estamos próximo do dia 05 de agosto, eu tenho escrito textos mais emotivos e com elementos pessoais para parabenizar nossa Parahyba, assim tem sido pelo fato de eu aqui ter chegado no mesmo dia que nossa Capital faz aniversário. Neste 2019, no aniversário de 434 anos, eu sou obrigado pela conjuntura a fazer diferente, vou dedicar minhas linhas para denunciar o Prefeito Cartaxo e desejar Ética, Democracia e Respeito para nossa linda Parahyba.

Em 31 de julho o Ministério Público da Paraíba instaurou um ICP (Inquérito Civil Público) para apurar a existência de servidores fantasmas e perseguição contra servidores que não seguem a cartilha dos Cartaxo.

Infelizmente, como todos e todas sabemos, esse não é o primeiro escândalo de corrupção da gestão Cartaxo, não, não estou nem falando da lama da Lagoa, já de domínio público, estou apenas atualizando que além do ICP aberto no último dia 31, ainda existe o ICP aberto dia 11 de julho para apurar superfaturamento nos contratos da saúde e outro publicado dia 06 de julho, este relacionado a carros comprados a R$42.815,00 a unidade, quando o valor de mercado é de R$28.326,00. É esse o presente de Cartaxo para Parahyba e sua ética população!

Não satisfeito, Cartaxo resolveu censurar a vinda de Linn da Quebrada para Parada LGBTQI+, isso após ter aberto negociação e ter se comprometido com a organização da Parada a contratar a atração escolhida pelo Movimento LGBTQI+. É esse o presente nada democrático de Cartaxo para Parahyba e sua comunidade LBTQI+.

Por fim, quero concordar e contribuir com a ampliação das posições de Henrique Magalhães, professor e desenhista, na defesa do Estado Laico. Quando falamos do dia 05 de agosto, estamos falando do aniversário da cidade ou de uma festa católica? Ou das duas coisas?

Não tenho nada contra o Padre Nilson (uma das atrações pagas por Cartaxo), para falar a verdade, não sei nem que é. Sou contra é que em um dia tão marcante para nossa cidade, na marca dos seus 434 anos, Cartaxo escolha os católicos em detrimento dos Evangélicos, dos Mórmons, das religiões de Matriz Africana e Indígena, das outras dezenas de denominações religiosas existentes na cidade, ou mesmo dos Agnósticos e Ateus.

Talvez alguns digam: “mas é festa das Neves, é da religião católica”, vamos considerar que não fosse o aniversário da cidade, que fosse “apenas” a Festa das Neves, o mesmo valor é gasto com outras religiões? Os sem religião são considerados? A resposta é não para as duas questões.

Em tempo de sanha conservadora é fundamental defender o Estado Laico, a religiosidade é algo individual, em uma democracia é inadmissível uma maioria de uma determinada religião seja imposta diante de outras. O Estado Laico é muito caro para uma democracia, precisa ser defendido.

O Cartaxo tenta fugir, ou melhor, esconder suas posições, fica jogando para seus subordinados o trabalho sujo, querendo ser o bom moço da história, mas já ficou claro que essa farsa não cola, se duvidar foi o próprio prefeito, mesmo sem gostar da música, escolheu Fagner para fechar com chave de ouro a festa dos católicos, afinal de contas o cantor é (ou foi?) Bolsonarista.

Só tenho uma coisa para dizer, não fique triste Parahyba, você é Nordeste e daremos a volta por cima; desejo Ética, Democracia e Respeito para você, sua linda!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi gente, comentem e façam sugestões! Abraço.