Siga o Blog por E-Mail.

terça-feira, 2 de julho de 2019

Que Venham Mais Bodas!





                                           “O mestre pune com zero
                                           Quem não diz amo-te aposto
                                           Que em casa ele é mais sincero
                                           E diz pra mulher, te gosto”
                                           (Geraldo Azevedo)

Que o linho é uma herbácea eu não sabia, que a linhaça é sua semente eu sabia menos ainda, apesar de parecer óbvio... na verdade eu não sabia e seguirei sem saber muita coisa sobre o linho, mas já sei que ele representa nossas (minha e de Áurea) bodas, bodas de linho, 13 anos de casad@s.

Planta milenar que veste, alimenta e ajuda para uma vida saudável. Verdade que atualmente nos ajudamos mais no despir que no vestir, mas chegaremos até as bodas nas quais nossa parceria precisará ir do despir ao vestir; como hoje já fazemos na saúde e na reeducação alimentar. Se o linho tem uma fibra flexível e seu tecido seca mais rápido, em nossa caminhada temos sido mais flexíveis e as contrariedades das arengas (qual casal não tem?) são digeridas com mais maturidade e cuidado.

A resistência que temos do linho, é tão importante quanto a delicadeza e a transparência da renda, sim, nos 13 anos as bodas são de linho ou renda, acredito que seja para pegarmos o melhor de cada. Só nós sabemos o grau de transparência e cumplicidade que vivemos, uma construção que passou pela fragilidade das bodas de papel, pelo teste nas bodas de latão (ano de intensa reflexão em nosso relacionamento), pela parceria de Vênus e Cupido nas bodas de ônix, até aqui, nas bodas de linho ou renda, mais um passo no amor desses mortais.

Sigo te amando, Áurea Augusta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi gente, comentem e façam sugestões! Abraço.