Siga o Blog por E-Mail.

segunda-feira, 7 de março de 2016

Atos em Defesa de Lula, pela Apuração de Todos os Casos de Corrupção ou Contra o Ajuste Fiscal do Governo Dilma?


Fui convidado, via facebook, por um ex dirigente do PSOL para uma plenária de organização de um ato em defesa de Lula, como eu ainda não tinha escrito sobre os últimos acontecimentos da Conjuntura Nacional, segue um breve posicionamento.

Tenho 38 anos, sou de uma geração que não militou nos anos 1980, apesar de reconhecer a importância daquela década para luta social. Sou da juventude dos anos 90, nós já conhecemos o Lula candidato, o PT de diversas prefeituras e governos, já não era o mesmo PT dos anos 80, mas ainda carregava a bandeira da ética.

Nas décadas seguintes, anos 2000/2010, nem se fala. Vimos o PT da Reforma da Previdência; das alianças com o Sarney, Feliciano, Eduardo Cunha, Kátia Abreu, entre outr@s tant@s; da manutenção da Política Econômica de FHC; do Mensalão, Sanguessuga e Petrolão; da Terceirização; da Privatização dos Portos, Aeroportos e da Petrobrás; entre outros ataques aos direitos trabalhistas e retrocessos nas políticas públicas que avançaram nas últimas décadas (Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida, Ampliação das Universidades, Política Internacional). Hoje nem mais a bandeira da ética é erguida pelo PT.

Não cobre que a juventude desse período defenda Lula e/ou o PT. Podemos até seguir junt@s na luta para que seja acelerada também a apuração das denúncias que envolvem a tucanada, para que tod@s sejam investigad@s e punidos igualmente, mas querer usar da mesma tática da direita, de limitar o debate a polarização Governistas x Tucano, NÃO! O PT, o Governo Dilma e o Lula, são indefensáveis, assim como é Aécio, FHC e o PSDB.

Lembrando que nossa geração também viveu o período dos tucanos: quando entregaram nossa Energia Elétrica, Telefonia e a Vale do Rio Doce; do sucateamento das universidades públicas e bolsas nas universidades privadas com juros elevados e com exigência de fiador; da tentativa de implementação da ALCA e dos constantes ataques a governos progressistas da América Latina; da inflação elevada; da maior violência contra os Movimentos Sociais; e das dezenas de denúncias de corrupção.

A corrupção de um, não justifica a corrupção do outro; os ataques aos direitos ou ao patrimônio público praticado por um, não justifica os ataques realizados pelo outro. Análise essa que não pode nos calar diante do fato diferenciado como a Justiça e a grande mídia vem tratando seletivamente os casos de corrupção.

Verdade o que dizem sobre os meios de comunicação e os ataques contra Lula, Dilma e o PT, mas foram quase duas décadas e nada foi feito pelos governos do PT para avançar na democratização da comunicação; muito pelo contrário, após a primeira eleição Lula, ele correu para uma exclusiva com a Rede Globo, foi falar no JN, sem contar o desrespeito com as deliberações da Conferência Nacional de Comunicação, nunca executadas.


Estaremos ao lado d@s que estejam lutando em defesa da Petrobrás, contra a já anunciada Contrarreforma da Previdência - que ataca principalmente as mulheres, em defesa da Auditoria da Dívida Pública, contra os Ajustes Fiscais do Governo Dilma, mas não vamos para rua defender quem @s que atacam direitos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi gente, comentem e façam sugestões! Abraço.