Siga o Blog por E-Mail.

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Oposição CRESS/PB - Quem acusa que prove ou responda por calúnia!


No começo do ano, logo após o CRESS/PB (instituição que sou Presidente) comprar a nova sede para entidade e lançar edital para Concurso Público do Conselho, uma grave denúncia foi feita pelo Assistente Social “WILLIAM ALMEIDA DE LACERDA” contra o CRESS/PB, ele disse que o CRESS/PB é a “instituição mais corrupta”, puro desespero ao perceber as conquistaa da atual gestão.

Como se não bastasse, “CHRISTIANO AMORIM” e “MARY HELP” (verificar anexo) afirmam que a atual gestão do CRESS/PB não respeitou a lei 8.666, lei da licitação; eles chegam a afirmar que a empresa ganhadora da licitação envolvendo o concurso do Conselho “não poderia ser apta a participar do processo”, fazendo referência a licitação organizada pelo CRESS/PB, terão que provar todas as acusações.

Não levei a frente nenhum processo contra William Almeida por entender que era algo vindo de uma única pessoa que não tinha aceitado perder o último processo eleitoral do CRESS/PB; contudo, Chistiano e Mary fizeram parte do mesmo grupo político derrotado nas eleições do CRESS/PB e da Seccional Campina Grande e usaram do mesmo método caluniador do primeiro, já que nunca protocolaram nenhuma denúncia ou solicitação de esclarecimento junto ao CRESS/PB, jamais provam o que dizem e usam do mesmo método dando a entender ser algo articulado.

No caso do primeiro, William Almeira, o CRESS/PB solicitará ao advogado da entidade que o profissional esclareça judicialmente a acusação feita, de modo que possam ser tomadas as medidas cabíveis; no caso que envolve Chistiano e Mary, posto a percepção desses profissionais e o link da nota pública do CRESS/PB que suspendeu o concurso do Conselho, de modo que os dois possam esclarecer o posicionamento e dizer onde exatamente a gestão do CRESS/PB errou e onde a Assessoria Jurídica do CRESS/PB, que acompanhou todo processo de licitação, não constatou possíveis irregularidades.

Esperamos aqui que toda categoria possa contribuir sugerindo que outra medida o CRESS/PB poderia tomar no caso do Concurso do CRESS/PB, já que a empresa que ganhou o processo de licitação por não possui nenhum processo transitado e julgado contra a ela e possui todas as possibilidades legais para participar de um processo licitatório, não por acaso ganhou processos licitatórios de outros Conselhos e órgãos públicos, ou estaria os acusadores/as afirmando que essas organizações são contra a lei?

Toda documentação da licitação pode ser visualizada na sede do CRESS/PB, assim como a atual gestão encaminhou documentação ao Ministério Público do Trabalho para que o órgão acompanhasse o Concurso desde o começo. A documentação pode ser fiscalizada e copiada pelos/as Assistentes Sociais Christiano Amorim e Mary Help, ou qualquer outro/as, para que os/as mesmos/as possam esclarecer as acusações feitas de forma leviana.

Lembramos ainda que auditoria realizada nas contas do CRESS/PB de 2010 comprovou que ocorreu contratações sem o devido processo licitatório, fato que não ocorreu nas últimas duas gestões. A documentação referente ao ano de 2010 também pode ser analisada na sede do CRESS/PB, temos certeza que Chistiano e Mary terão a coerência de dizem em qual período a legislação foi seguida e/ou desrespeitada, independente dos apoios assinados na carta programa durante o processo eleitoral.

Evito fazer esse tipo de debate há meses, mas diante das calúnias apresentadas e da forma desrespeitosa como o mesmo grupo que perdeu o último processo eleitoral tem realizado as denúncias sem nenhuma prova, resolvi tornar público o assunto para que essas pessoas possam provar e para que a categoria possa sugerir os melhores encaminhamentos diante do Concurso do CRESS/PB, já que o mesmo tem sido acompanhado pela Assessoria Jurídica do CRESS/PB e o Conselho solicitou desde o primeiro momento que o Ministério Público do Trabalho acompanhasse o concurso.

A realização do Concurso Público do CRESS/PB, principalmente com o pagamento do piso nacional dos/as Assistentes Sociais, é uma realidade única entre os Conselhos de Serviço Social de todo país. A compra da nova sede a realização de uma Sessão Especial e ato público pela aprovação do Piso Nacional dos/as Assistentes Sociais é outra medida política de grande força para os/as Assistentes Sociais da Paraíba.

A atual gestão do CRESS/PB não faz nada as escondidas, até mesmo as denúncias realizadas por pessoas que fizeram parte de uma chapa de oposição, e foi derrota por 15% dos votos de diferença, a atual gestão vem a público abrir o espaço democrático; mas ao mesmo tempo esperamos que sejam apresentadas provas das acusações, do contrário todos/as os/as Assistentes Sociais da Paraíba irão saber a real intenção de tais acusações descabidas.

Ao tempo que deixo feito o desafio, reforço o convite para as atividades do/a dia do/a Assistente Social em João Pessoa, Campina Grande e na Paraíba. Sigamos na Luta, Fortes e Independentes.


Tárcio Teixeira
Presidente do CRESS/PB


Nota Pública: Conselho Regional de Serviço Social 13ª Região/Paraíba Suspende Concurso Público Temporariamente - http://cresspb.org.br/noticias/nota-publica-conselho-regional-de-servico-social-13a-regiaoparaiba-suspende-concurso-publico-temporariamente/


Ato Público – Assistentes Sociais: Piso Salarial, Condições de Trabalho e a Defesa das Políticas Públicas. - http://cresspb.org.br/noticias/ato-publico-piso-salarial-concurso-publico-e-condicoes-de-trabalho/


Acusações realizadas por Chistiano Amorim e Mary Help:

     



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi gente, comentem e façam sugestões! Abraço.