Siga o Blog por E-Mail.

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Cartaxo (PT) e o Concurso da Educação de João Pessoa



O Prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT), isso, aquele que tem o PSDB na base aliada, chamou todo mundo “de uma lapada só” no concurso da Educação e já começou dando lapada nos novos servidores/as.

Pelo visto minimizei o problema dos concursados/as da Secretaria de Educação de João Pessoa. Problema é tanto que até quem não dialoga, resolveu receber as pessoas (o que não significa dialogar). Ontem a Secretária de Educação, o Secretário de Articulação Política e um advogado da Prefeitura receberam uma comissão de professores/as que tomaram posse. Os/as aprovados/as disseram que os secretários foram arrogantes e o advogado chegou a falar na reunião que “a fila anda”, sugerindo que os incomodados passem a vez para outro aprovado no concurso.

No primeiro momento achei que fossem leves problemas de organização que a secretaria teria sensibilidade para resolver, infelizmente eu estava errado e muitos estudantes poderão ficar sem professor na próxima semana. Vou pontuar alguns dos problemas:

1.       Professores que já possuem vínculo na Prefeitura de João Pessoa sendo encaminhados para escolas que o horário não é compatível;

2.       Professores sendo encaminhados para escola que não existe aula para sua disciplina;

3.       Professores sendo encaminhados para escolas que não tem vaga e a prefeitura exigindo que a Diretora responda por escrito, a Secretaria não sabe onde estão lotados os/as professores/as?;

4.       Falta de critérios para lotar os aprovados nas escolas, tem gente sendo privilegiada sem critério de colocação ou vínculo (concursados/terceirizados);

5.       Professores sendo encaminhados para escolas a quilômetros de casa, mulheres que precisarão sair de casa as 4h30 da manhã para chegar no trabalho, mesmo sabendo que existem escolas perto da casa dessas aprovadas; e que existem outros aprovados perto da escola que as primeiras foram encaminhadas. Falta de organização ou querem a desistência desses professores por algum motivo?;


6.       Terceirizados sendo priorizados em detrimento dos aprovados no concurso e a Secretaria dizendo fazer parte do planejamento, pois querem professores qualificados também nas escolas distantes do centro. A Secretária precisa saber que ser terceirizado não significa não ter qualificação, que existem outros concursados para serem convocados, que os que tomaram posse devem ser priorizados por ordem de colocação e que não é possível acreditar em planejamento em meio a essa bagunça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi gente, comentem e façam sugestões! Abraço.