Siga o Blog por E-Mail.

sábado, 19 de julho de 2014

Conselho Tarifário - R$2,35 é um roubo - Aumento da Passagem.


Sexta-feira (18/07/2014) o Conselho tarifário de João Pessoa aprovou aumento das passagens para R$2,40.

Em pleno sábado (19/07/2014) o Prefeito aprovou aumento para R$2,35; cinco centavos a mais que o valor aprovado antes dos levantes de junho de 2013!

Em 2013 diziam ser impossível baixar as passagens, era tecnicamente impossível; o povo nas ruas provou o contrário e as passagens baixaram; e agora?

Vamos tomas as ruas por nossos direitos!

Reunião do Movimento Passe Livre João Pessoa




LInk e conteúdo do evento no facebook: https://www.facebook.com/events/1592541404305941/?ref=notif&notif_t=plan_user_joined

Analisando a atual situação do transporte público em João Pessoa, mais especificamente, que agora tem a passagem à beira de custar R$2,40, ou seja, um aumento abusivo, resolvemos dizer não aos lucros exacerbados dos empresários de ônibus. VAMOS DEIXAR O CIDADÃO SEM TER ACESSO AOS PONTOS DE JOÃO PESSOA? VAMOS DEIXAR O ESTUDANTE SEM ESTUDAR POR NÃO PODER PAGAR O ÔNIBUS? NÃO!

Sugestão de pauta:

- Discussão sobre o ato na SEMOB e esclarecimentos
- Discussão sobre novos atos
- Organização de comissões


Não vamos ficar parados, vamos às ruas!
POVO QUE LUTA É POVO QUE VENCE, É POVO UNIDO!

VEM... VEM... VEM PRA RUA VEM CONTRA O AUMENTOOO!!!!

terça-feira, 8 de julho de 2014

09 DE JULHO, BRASIL ACORDARÁ MAIS TRISTE E MENOS REVOLUCIONÁRIO


Não, não estou falando da vergonhosa derrota do Brasil, nem do superfaturamento com as obras da copa ou das mortes decorrentes do mundial; com isso já estamos tristes há um bom tempo. Tive a notícia em meio ao jogo do Brasil, as lágrimas que não vinham como o jogo, chegaram automaticamente ao saber da morte de Plínio de Arruda Sampaio, um companheiro, um socialista, um revolucionário.

Em meio a Copa da FIFA, o Brasil perde um grande atacante, um grande defensor de direitos, o querido Plínio de Arruda Sampaio.

As lágrimas derramadas nesse 08 de julho não escorriam “apenas” de tristeza com a despedida do ex candidato a Presidência da República pelo PSOL; mas com a morte de um lutador social, do responsável pelo Projeto de Reforma Agrária do Governo de João Goulart, de um grande militante que enfrentou a Ditadura Militar, um companheiro que a idade não foi um limitador na sua luta por direitos.

Hoje, 08 de julho de 2014, perdemos um grande lutador; mas a importância que Plínio fez, fará nascer muit@s outr@s revolucionári@s, homens e mulheres que não colocarão limites na luta por direitos.


Plínio de Arruda Sampaio, PRESENTE!

quarta-feira, 2 de julho de 2014

Esposa, Feliz 08 Anos.


Bodas de Barro ou Papoula, 02 de julho de 2014, oito anos de casados; é a marcar que chegamos hoje. Não vejo esses anos como poucos ou muitos, mas de uma intensidade que quero triplicar, quadriplicar, quem sabe chegar ao ouro ou onde a vida permitir.

Claro que não foram anos de pura tranquilidade, mas sempre de amor e adequação as individualidades e atribuições coletivas que envolvem um relacionamento. Sempre que essa data vai chegando peço ajuda ao Drº Google para saber que bodas estamos completando; dessa vez resolvi avançar na busca e saber o que apareceria ao procurar Barro e Papoula, deu muito certa essa busca.

O barro é logo relacionado com a vida, estamos nós completando nossa primeira vida juntos? Caso a resposta seja sim, espero viver muitas outras ao seu lado; caso seja apenas mais um ano de uma mesma vida, que possamos sempre modelar um pouco mais nossos dias, seja entrelaçando de forma conjunta nossos dedos no barro ou separadamente, cada um ajustando uma pontinha de uma mesma estrutura.

Seria a definição do Miniaurélio, sobre a papoula, equivocada para ocasião? Acho que não, ele a define como “Erva papaverácea de cujas flores se obtém o ópio”. Amor e ópio estão diretamente relacionados, na euforia provocada pela paixão ou nos cuidados necessários ao trabalhar a redução de danos, seja em meio a saudade, seja em meio as adaptações da vida cotidiana.

Feliz oito anos companheira Áurea Augusta, que nosso barro nunca seja petrificado ou vire pó, que permaneça possível de moldarmos aos diferentes momentos de euforia do ópio chamado amor.


Te amo!