Siga o Blog por E-Mail.

domingo, 8 de dezembro de 2013

Ricardo Coutinho Ameaça e Violenta População

 

Há algumas semanas, ou meses se não estamos enganados, o Governador Ricardo Coutinho disse que daria uma pisa de cipó em alguns Deputados Estaduais que divergiam de suas posições; na última semana de novembro o Governador ampliou sua ameaça e escancarou de vez o coronelismo que guia suas posições ao dizer publicamente, e sem rodeios, que dará “uma surra de vara” na oposição. ACREDITAMOS QUE O GOVERNADOR SEJA CAPAZ DE CUMPRIR SUA AMEÇA, temos motivos para isso.

Um Governador que tem destruído a segurança na Paraíba e tratado com descaso servidores/as e toda população pode muito bem usar da força contra o povo, ou melhor, já vem usando sua força e provocando muita violência física. Estamos falando aqui de algumas questões específicas e bem objetivas, vejamos:

1.                 O não funcionamento da Ouvidoria de Polícia da Paraíba vem causando inércia na investigação da denúncia de tortura contra participantes dos atos organizados pelo movimento passe livre em junho desse ano e impedindo o início das investigações relativas a extrema violência utilizada pela Polícia Militar durante protesto da população de Santa Rita, juntamente com o MPL da cidade, contra a morte de pessoas devido descaso com o transporte público em nossa Paraíba, para citar apenas dois fato de conhecimento público;
2.                 O fechamento delegacias e o não funcionamento do atendimento noturno favorece a violência contra a mulher, os crimes homofóbicos e o crime organizado;
3.                 O fim da Operação Manzuá e a não criação de alguma política em substituição deixa nossas fronteiras abertas e favorece o tráfico de drogas, de pessoas e de animais;
4.                 A presença massiva de Policiais Militares nos atos organizados pelos sindicatos e movimentos sociais é uma das formas como o Governador Ricardo Coutinho vem utilizando a PM como a extensão de sua “vara” e do seu “cipó”.

Não vamos aqui entrar em aspectos relacionados a falta de estrutura de trabalho para os policiais militares e civis, nem entrar em violências como fechamento de escolas, privatização do patrimônio público ou das dezenas de medidas violentas do Governador contra a população da Paraíba; os quatro tópicos anteriores deixa claro que Ricardo tem utilizado de toda forma de violência, não apenas contra a oposição, mas contra toda Paraíba.

Lembremos ao Governador que, ao tempo que ele utiliza de ameaças do coronelismo, a resposta dos/as trabalhadores/as e da juventude será não apenas nas urnas, mas principalmente nas ruas!

Tárcio Teixeira
Membro do Diretório Estadual do PSOL/PB
Pré- candidato ao Governo da Paraíba pela PSOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi gente, comentem e façam sugestões! Abraço.