Siga o Blog por E-Mail.

domingo, 7 de julho de 2013

Movimento Passe Livre Convoca para Dia Nacional de Greves e Mobilizações (11 de julho)


Avaliação da Semana

A unidade do Movimento Passe Livre João Pessoa (MPL/JP) aos militantes do movimento cultural e aos motoristas e cobradores em luta foi a maior marca do Terceiro Grande Ato do MPL/JP realizado em 04 de julho de 2013; um importante passo para fazer mais um Grande Ato Unificado no dia 11 de JULHO, agora com as diversas pautas e contando com a participação dos diversos Sindicatos e Movimentos Sociais.

No ato do dia 04 de junho deixamos nosso recado para Secretária Estadual de Cultura, FUNJOPE, Empresas de Ônibus, Prefeito de João Pessoa e Governador da Paraíba; deixamos claro que nossa pauta é ampla e não sairemos das ruas até que as supostas negociações saiam do diálogo e apresentem resultados concretos, Luciano Cartaxo e Ricardo Coutinho até o momento não deram a devida atenção ao povo em luta, da mesma forma os empresários do transporte “público” que além de desrespeitar os usuários atacam trabalhadores, chegando ao ponto de mandar fiscais fotografar o ato e DEMITIR trabalhadores que participaram dos atos.

O Transporte Coletivo não é propriedade privada de empresários, trata-se de uma concessão pública e, consequentemente, Luciano Cartaxo e Ricardo Coutinho (ambos vindos dos movimentos sociais) são responsáveis diretos pela forma autoritária como os cobradores e motoristas estão sendo tratados; da mesma forma esses gestores são responsáveis por apurar e punir os guardas municipais e policiais militares que estejam envolvidos nos casos de tortura ocorridos na integração após o Segundo Grande ato do Movimento Passe Livre João Pessoa, realizado em 27 de junho.


Próximos Passos

Assembleia Popular – O MPL/JP convoca toda população para Assembleia Popular a ser realizada no dia 08 de julho, 18h, no Centro de Vivência da UFPB; será uma grande oportunidade do Movimento Passe Livre ampliar a pauta e dialogar com outros importantes setores da população paraibana.

Reunião das Comissões – As Comissões farão reuniões no dia 09 de julho, momento com a participação restrita para evitar problemas com infiltrados da Polícia Militar e/ou de representantes da Gestão Municipal e/ou Estadual. As comissões traçarão suas estratégias de divulgação, cobertura colaborativa do ato, segurança e trajeto. Essa medida foi adotada após o Primeiro ato, quando divulgamos o percurso e as autoridades locais colocaram a segurança de milhares de pessoas em risco ao apagarem as luzes da Avenida Epitácio Pessoa no momento em que milhares de pessoas passavam pelo local. O movimento preza pela segurança das pessoas.

Negociação com Prefeitura – Ao contrário do Governo Ricardo Coutinho, após reunião com a Prefeitura de João Pessoa ficou estabelecido calendário de negociação, ficando reunião agendada para dia 10 de julho, às 10h, no Paço Municipal, e a terceira reunião, esta com a presença do Prefeito, para semana seguinte. O Vice-Prefeito, coordenador da primeira reunião de negociação, concordou em marcar a segunda reunião de modo que fosse possível a Prefeitura apresentar os avanços na negociação, esperamos esses avanços na quarta-feira, 10 de julho.

Greve Geral – Muitos militantes sociais estão chamando o Dia Nacional de Greves e Mobilizações de Greve Geral devido a força que esse dia vem ganhando nas últimas duas semanas. O Movimento Passe Livre João Pessoa vai potencializar suas ações nesse dia 11 de julho com o objetivo de ampliar a pauta de negociação e construir alternativas que faça o Prefeito Luciano Cartaxo e o Governado Ricardo Coutinho ter sensibilidade para força do povo na rua e, a partir daí, apresentar respostas concretas ao Movimento.


Reforma Política

Alguns tentam enganar o povo em luta e dizer que os/as lutadores/as que ocupam as ruas não querem Reforma Política, como não? As ruas questionam ou não o Congresso Nacional, Câmaras dos Vereadores, Prefeitos, Governadores, Presidentes e Partidos Políticos? As pessoas exigem ou não maior participação direta nas decisões do nosso país? Os/as lutadores/as sociais estão ou não dizendo que querem participar da vida política do Brasil?

O Movimento Passe Livre João Pessoa responde sim para todas as questões anteriores. Quando dizemos que queremos Passe Livre para Estudantes e Desempregados estamos dizendo que não queremos os empresários definindo ao lado dos gestores os rumos do nosso transporte público, o povo quer propor e decidir diretamente sobre o assunto.

Quando passamos a denunciar e monitorar os fatos relacionados ao transporte público na Paraíba e em João Pessoa, seja nos preços abusivos das passagens ou na tentativa de privatizar nossas rodoviárias, estamos dizendo que a Câmara Municipal e a Assembleia Legislativa não cumpre seu papel como deveria e é necessária a intervenção do povo em luta.

Quando o povo nas ruas busca formas de forçar Prefeito e Governador a atender as reivindicações vindas das ruas é um recado claro que esses gestores não nos representam.

Queremos ou não uma reforma política? O recado das ruas é claro, todos que sofrem com as falcatruas e falta de representatividade destes que representam apenas as elites do nosso país QUEREM REFORMA POLÍTICA.


DIA 11 DE JULHO A CIDADE VAI PARAR POR DIREITOS PODER POPULAR!



Tárcio Teixeira – membro do Movimento Passe Livre João Pessoa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi gente, comentem e façam sugestões! Abraço.