Siga o Blog por E-Mail.

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

FELIZ ANO NOVO! FELIZ 2011.2

Hoje faço 34 anos! 04 destes vividos intensamente na Paraíba ao lado de tantas pessoas maravilhosas. Há um bom tempo eu não escrevia um texto tão tranqüilo, o sentimento que estou é de leveza e felicidade por ter caminhado até aqui com as pessoas certas, não necessariamente amigos ou familiares, mas pessoas comprometidas com a transformação social e a coletividade. Sigamos aos informes da semana mais intensa da minha curta vida.

Terça (25 de outubro) – A chapa Renovação, concorrente no processo eleitoral da Associação dos Servidores do Ministério Público da Paraíba, é prova da vontade e necessidade de mudança na forma de gerir nossa entidade, obtivemos a maioria dos votos para o Conselho Fiscal e por 09 votos não ganhamos a votação para presidência da Associação. Não tenho dúvida de que de agora em diante teremos uma Associação com outra postura política, além disso, os Servidores perceberam que é possível e necessário mudar. Parabéns aos integrantes da Chapa Renovação e aos Servidores do MPPB pelo processo eleitoral.

Quarta (26 de outubro) – Finalmente defendi minha dissertação, muito obrigado a querida Profª Cleonice pelas centenas de horas de orientação e aos demais pela compreensão diante da minha falta em diversas atividades. Fiz o que estava ao meu alcance, obrigado pelo apoio de tod@s nessa trabalhosa jornada.

Quinta (27 de outubro) – Esse foi o último dia de votação das eleições do CRESS, estou muito feliz de participar desse processo eleitoral ao lado de pessoas que conheci ainda na época do movimento estudantil e de tantas outras que tive o prazer de conhecer recentemente, fiz bons amigos. Ao contrário do que alguns tentaram dizer, a Chapa 1- “CRESS na Luta, Forte e Independente!”, jamais teria feito o belo trabalho que fez caso eu fosse o único responsável por isso, estamos construindo um trabalho coletivo e sem estrelas, vejam o blog da Chapa 1 (www.cressnalutaforteeindependente.blogspot.com), já nos sentimos vitoriosos.

Sexta (28 de outubro) – Estive no CRESS para acompanhar uma empresa de segurança levar as urnas para um cofre. Nesse dia nosso processo eleitoral somava aproximadamente 320 votos, um dos mais participativos da história. Sobre a apuração, fomos informados que será realizada no dia 18 de novembro, às 16h, na sede do CRESS.

Sábado e domingo (29 e 30 de outubro) – Esses dois dias foram dedicados para reforçar o Socialismo e a Liberdade na Paraíba. Junto com outr@s valoros@s companheir@s reafirmamos o compromisso iniciado na coleta de assinaturas para criação do PSOL. Sou absolutamente favorável a organização partidária sem o aparelhamento das lutas, das entidades ou das pessoas, por esse motivo repudiamos os partidos e os governos que agem dessa forma.

Finalmente hoje (31 de outubro) é um dia de folga. Obrigado por existirem e permitirem que eu faça parte de suas vidas! Estou energizado para recomeçar 2011 e para juntos planejarmos 2012, 2013, 2014...

Que venham outras semanas como essa na luta contra o neoconservadorismo!

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Nota de Repúdio ao "senhor" Daniel de Sousa Lira

Senhor Daniel de Sousa Lira,

Antes de qualquer coisa, existe uma informação sobre o processo eleitoral do CRESS/PB que você ainda não comunicou aos/as assistentes sociais da Paraíba, informação esta que versa sobre a retirada do seu nome do cargo a Presidente pela Chapa 2. Por que não socializar com os colegas de profissão que a chapa 02 foi obrigada pelo Código Eleitoral a retirar seu nome pelo fato que a gestão do CRESS a qual você foi TESOUREIRO, não apresentou a prestação de contas no período estabelecido. Fato este explícito no Parecer Jurídico do CFESS.

Até o momento calei diante das ações XENOFÓBICAS que passei por parte de algumas pessoas que apóiam a chapa 2, que por não terem argumentos políticos, usavam dessas ações para dizer aos/as assistentes sociais que não votassem na Chapa 1 porque eu era Pernambucano. Fico a perguntar o que não diriam por eu ser Sertanejo do Sertão do Ceará?!

Da mesma forma, não respondi as acusações descabidas de que eu seria candidato a vereador em 2012; além de MENTIRA, não é a chapa 1 que é composta por pessoas que já foram candidatas a deputada estadual.

No entanto, não consigo calar diante de acusações descabidas e levianas relativas a organizações aguerridas na defesa dos direitos, não apenas de uma ou outra categoria, mas da sociedade de uma forma geral, como o CFESS e o SINTECT/PB.

Repudiamos esse seu método e nos colocamos à disposição para um debate público sobre o assunto!


Vejam o que o Facebook de Daniel de Sousa Lira diz. A que ponto chegam as acusações! Até uma greve nacional como a dos Correios, em defesa de uma das poucas empresas ainda públicas após os ataques neoliberais, querem reduzir a uma disputa local...

 

sábado, 22 de outubro de 2011

Fórum em Defesa do SUS - Próxima Reunião!

Companheiros e companheiras de luta em defesa do SUS,

Temos passado por muitas LUTAS em nosso estado da Paraíba para defendermos o SUS do ataque privatistas de entidades privadas e posturas neoliberais governistas!

Apesar das muitas LUTAS já travadas, ainda há mais batalhas para vencermos até vencermos esta guerra!
Para tanto, se faz necessário estarmos em constante comunicação e organização!

Estamos mandando esse email, portanto, para relembrar de nossa reunião do Forum Paraibano em Defesa do SUS e Contra as Privatizações.

O que: Reunião do Forum Paraibano em Defesa do SUS e Contra as Privatizações.
Quando: Segunda-feira (dia 24 de outubro)
Onde: Sede do MEL (Av. Duque de Caxias, 169 - 2º andar, sala 303 - entre pela escadarias do fundo que dá acesso ao 2º andar)

Hora: 17:30 horas

OBS. Divulguem para seus contatos e garantam a presença de seus movimentos e de suas entidades nessa LUTA!
--

FÓRUM PARAIBANO EM DEFESA DO SUS E CONTRA AS PRIVATIZAÇÕES.
Twitter: @ForumSaudePB
Facebook : Fórum de Saúde Paraibano

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Dissertação - Dedicatória!

Amig@s, lembro que a defesa da nossa dissertação será no dia 26 de outubro, às 10h, na sala 500.
Segue a dedicatória:


À minha mãe, por nortear meu caminho.

À minha Luar, por sua sinceridade e justiça - papai te ama “infinitão”.

À Áurea Augusta, minha companheira de todos os dias.

Aos meus irmãos, Felipe e Márcia, pelo que aprendemos juntos.

sábado, 8 de outubro de 2011

Aos que preferem as Planilhas do Governo: um pouco da realidade!

Repassando texto que recebi de uma amiga assistente social...

Eita Tárcio, vamos comemorar sua defesa e mais essa vitória, que maravilha hoje o desembargador ter derrubado esse projeto de terceirização/privatização da saúde e a priore a Cruz Vermelha ter que se retirar do trauma, isso é uma grande vitória,eu vivi a realidade do SUS com o meu irmão interno 15 dias no trauma e quise no Monte Sinai, hospital particular conveniado com o SUS.

Vi de tudo naquele hospital, quando chegamos lá, tinha gente saindo pelo ladrão, os correndores feito de enfermarias, vi duas vezes pessoas cairem das macas altíssimas que deixaram os pacientes sem grade de proteção, e os funcionários se desdobrando para dar conta dos serviços sobrecarregados com o grande número de demissão, salvo engano mais de 200, não tinham assim como ficar assim atentos a cada paciente e provavelmente, na sobrecarga estavam cometendo descuidos, a exemplo, desse registro de pacientes caindo da cama.

Assisti a queda de um Senhor que tascou a cabeça na quina de uma parede e nós visitantes gritávamos por funcionários para acudí-lo e na demora dessa chegada dos funcionários, inclusive uma enfermeira, acho que era técnica de enfermagem que presenciou, ao ser cobrada para levantar o homem, desabafoi: Eu estou ocupada com esse outro aqui e não era má vontade não, de fato, ela estava muito ocupada e não podia largar um para socorrer outro, assim, fomos nós visitantes, familiares que fomos ajudar ao Senhor, embora em seguida tenha chegado 2 maqueiros.

Após ter alta da UTI, meu irmão foi transferido para o Monte Sinai, um hospital particular que tem convenio com o SUS, foi a pior experiência que já tive com hospital, seria mil vezes melhor ter permanecido em um hospital público, pois o particular só tem estrutura de parede, parece que o interesse é só com o repasse de verbas da rede pública. Nesse tivemos que bancar com as coisas mais elementares, tipo: água para o paciente, toalhas para o seu banho, fraldão, pois essas coisas não eram regularmente abastecidas, quando iamos solicitar recebiamos respostas evasivas.

Vou ilustrar com o episódio: meu irmão estava num dia com dor de barriga e ao ir a recepção pedir um fraldão ara trocá-lo a atendente, enfermeira de plantão me orientou que o deixasse assim mesmo sujo porque dentro de 40min. ele iria tomar banho. E eu indignada perguntei o paciente vai ficar sujo, vendo a hora pegar infecção , doenças por falta de higiene? Por 40min para economizar um fraldão? Se fosse seu irmão, sua mãe você faria isso?

Além do mais, esse hospital nos convidou a sairmos dele, alegando não ter tratamento para o caso do meu irmão, numa explícita demonstração de que só querem tratar dos casos simples, sem ter que dispender muita atenção e cuidados.

O quarto que ele estava nesse hospital "monte sinai", estava um caso de vigilância sanitária: a luz do banheiro queimada, a pia entupida, a descarga quebrada. Para dar descarga no banheiro tive que ir pedir um balde para ficar jogando água no vaso. Tivemos que dar banho nele no escuro, vendo a hora soltar os fios do soro e ele escorregar e machucar-se.

Por ocasião de emergência, numa situação que ele ficou sem conseguir respirar, pois estva em tratamento de pneumonia e estava com insuficiência respiratória, sai correndo em busca de um médico e ao me deparar com um jovem médico nos corredores, eu fiz o apelo: Doutor meu irmão está passando mal! Esse médico já de costas para mim, já andando falou algo que não entendi, e assim indaguei: Como Doutor? E ele me respondeu com o maior descaso: eu só sou um. E nessa indgna postura de um médico que fez um juramento de salvar vidas, ele não foi até hoje saber o que se passou, se o paciente morreu ou não, não mandou sequer uma enfermeira para olhar pressão, ver a urgência do caso, enfim , tomar alguma medida responsável.

Indignados com essa situação e pressionados para conseguirmos um hospital para transferí-lo de lá, nos impacientamos e convocamos a TV Cabo Branco, infelizmente ou felizmente, não sei, visto o alto grau de estresse que estava, a tv não compareceu. Por fim, nessa mesma noite tomamos a decisão de transferí-lo para um hospital particular, haja vista, que não podia voltar para o trauma e não tinhamos conseguido um hospital para transferí-lo, visto que ele já estava acolhido em um hospital conveniado com o SUS e se foi concedida a permissão para sua transferência para esse hospital, tinhamos a suposição que esse hospital estava apto para o atendimento, pois se funciona em rede, espera-se que os gestores e profissionais conheçam as competências dos serviços com os quais trabalha. Nessa transferência para o Samaritano, gastamos quase 10.000 reiais, visto que só uma tumografia particular custa 800 reais. Cada diaria 150 reais.

Nesse contexto eu percebi como a saúde de João Pessoa está doente. E assim, caro colega, é com muita alegria que assistimos essa liminar, embora caiba recurso e ainda é uma ameaça real o projeto neoliberal no SUS, com muita incisiva no âmbito local. E você como um militante que esteve a frente nesse bom combate, foi a primeira pessoa que lembrei para saldar nesse momento de VITÓRIA.

Se achar conveniente, divulgue minha carta no seu blog, pois eu tinha pensado em processar o hospital MONTE SINAI, a partir das muitas testemunhas de minha família e amigos e de gravações de nossas conversas com a direção e o médico do hospital. Mas, diante de toda a batalha para salvar a vida dele, minhas forças se esguarneceram para travar esse outro desgaste, mas minha indignação permanece, a dívida financeira permanece dividida entre meus familiares e essas coisas que ocorrem entre 4 paredes de um hospital precisam serem desmascaradas e desveladas, para que sigamos no projeto de construção da reforma sanitária que ainda não ocorreu de fato, ainda é um processo de luta de toda a sociedade.

Um abraço, muito feliz pelo acontecimento de hoje!!!
Ana Martins
Assistente Social

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Mais companheiras apoiando a Chapa 1- "CRESS na Luta, Forte e Independente!"

Elaine Behring (Presidente CFESS 1999/2002 – ABEPSS 2010/2011)
Ivanete Boschetti (Presidente CFESS- Gestão 2008/2011)



Gestão CFESS 'Atitude Crítica para Avançar na Luta' (2008/2011)

Silvana Mara (RN)
Sâmbara Paula Ribeiro (CE)
Rodriane de Oliveira Souza (RJ)
Tânia Godoi Diniz (SP)


Universidade Federal da Paraíba

Cláudia Gomes (Professora UFPB);
Elisangela Inácio (Professora UFPB).



Declare seu apoio: mande seu vídeo, gravação de voz, texto, ou simplesmente seu nome para cressnalutaforteeindependente@hotmail.com





Forte Abraço

@CRESSFORTE

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Seguem as Lutas Contra as Privatizações!

CONVOCAÇÃO!!!


"É preciso não ter medo! É preciso ter coragem de dizer."

Carlos Marighella.


Lutadoras e lutadores,

O SUS é fruto do suor, sangue e energia de milhares de pessoas que lutaram para permitir que TODOS AS/OS BRASILEIRAS/OS pudessem ter acesso à saúde.

SOMENTE O POVO ORGANIZADO PODE BARRAR A ENTREGA DOS DIREITOS SOCIAIS PARA MÃOS DE EMPRESAS QUE SÓ VISAM LUCRO E CUJO HISTÓRICO EVIDENCIA FRAUDES.

NÃO VAMOS PERMITIR QUE ENTREGUEM O SUS A EMPRESAS PRIVADAS!!!

PARTICIPE!



TERÇA-FEIRA (04/10/2011)

Tenda com ações de saúde, panfletagem, recolhimento de assinaturas de abaixo-assinado contra a privatização da saúde.

9H00 NA LAGOA (PARQUE SÓLON DE LUCENA) PRÓXIMO A LOJA ESPLANADA.


QUARTA-FEIRA (05/10/2011)

SESSÃO ORDINÁRIA QUE PAUTARÁ A MEDIDA PROVISÓRIA 178/2011

TODAS/OS ÀS 8HOO NA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DA PARAÍBA ( PRAÇA DOS TRÊS PODERES).


REPASSEM EM SUAS LISTAS DE E-MAILS!

OS NÃO!!! NÃO À PRIVATIZAÇÃO!!!
OS NÃO!!! NÃO À PRIVATIZAÇÃO!!!
DO MEU DIREITO NÃO ABRO MÃO!!!
NÓS SOMOS CONTRA A PRIVATIZAÇÃO!!!



FÓRUM PARAIBANO EM DEFESA DO SUS E CONTRA AS PRIVATIZAÇÕES.
Twitter: @ForumSaudePB
Facebook : Fórum de Saúde Paraibano

sábado, 1 de outubro de 2011

Violência Sexual e Insegurança na UFPB!

Texto recebido do Centro Acadêmico de Serviço Social da UFPB...

EM TEMPOS DE VIOLÊNCIA, DE GRANDE DESRESPONSABILIZAÇÃO DO ESTADO NO PROVIMENTO DE UMA EFETIVA SEGURANÇA PÚBLICA, A SOCIEDADE É CADA VEZ MAIS VITIMIZADA.

NA ÚLTIMA SEXTA-FEIRA DIA 30 DE SETEMBRO, POR VOLTA DO MEIO-DIA UMA UNIVERSITÁRIA DO CURSO DE SERVIÇO SOCIAL DA UFPB FOI ABUSADA SEXUALMENTE PRÓXIMO AO CAMPUS DA UFPB, VIOLÊNCIA QUE NÃO SE APRESENTA DE FORMA ISOLADA, OCORRENDO DIVERSOS INCIDENTES TAMBÉM DENTRO DA PRÓPRIA UNIVERSIDADE.

COM O OBJETIVO DE PROTESTAR CONTRA TAL VIOLÊNCIA E DE EXIRGIRMOS TANTO DA REITORIA DA UFPB COMO TAMBÉM DO PRÓPRIO ESTADO RESPOSTAS CONCRETAS E IMEDIATAS, O CENTRO ACADÊMICO DE SERVIÇO SOCIAL DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA, JUNTAMENTE COM A CHAPA 1 DO CRESS -PB, MOVIMENTOS SOCIAIS, DEPARTAMENTO E COORDENAÇÃO DO CURSO DE SERVIÇO SOCIAL DA UFPB, CONVIDAM A TOD@S PARA:

ATO PÚBLICO CONTRA FALTA DE SEGURANÇA E COMBATE A VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

DATA: 04 DE OUTUBRO (TERÇA-FEIRA)

CONCENTRAÇÃO: 12:00HS NA PRAÇA DA ALEGRIA NA UFPB

ATO: 13:00HS CAMINHADA PELA AVENIDA PRINCIPAL DE ACESSO A UFPB

LEVEM APITOS, FAIXAS E CARTAZES.

DIVULGUEM AMPLAMENTE