Siga o Blog por E-Mail.

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Sobre a Bandeira e o Nome da Capital da Paraíba!

Oi povo, ainda não tenho opinião formado sobre o assunto, mas acredito ser importante fazer o debate de forma organizada e democrática. Segue texto retirado do www.pavioaceso.com/bandeiramudanca.html


Mobilização "Nossa Bandeira é a Cultura" defende mudança da bandeira da Paraíba e garante programação cultural no dia 05 de agosto

A sexta-feira do próximo dia 05 de agosto, quando se comemora o 426º aniversário da cidade de João Pessoa, será marcada por uma mobilização, organizada pelo Movimento Varadouro Cultural, que defende a mudança da bandeira da Paraíba. O evento "Nossa Bandeira é a Cultura" acontece nas casas culturais e nas ruas do Centro Histórico de João Pessoa e conta com um dia inteiro de programação que envolve exposições de arte, rodas de conversa, exibição de vídeos, Cortejo Multicultural com batuqueiros e brincantes, lançamento de livro, shows e outras intervenções artísticas.

Além de convidar a população para um dia de celebração à identidade cultural paraibana, à produção local e aos artistas da terra, as atividades visam estimular uma reflexão sobre os acontecimentos históricos que provocaram a mudança da bandeira da Paraíba em 1930. Os integrantes do movimento entendem que a busca pelo fortalecimento da identidade cultural passa, necessariamente, pela reflexão sobre nossos símbolos, sobre nossa bandeira.


Porque mudar

Em 1930, o colorido da "bandeira verde e branca" foi trocado pelo rubro-negro da "bandeira do Nego", símbolo do sangue e do luto pela morte de João Pessoa, na época Presidente da Paraíba. Para o Varadouro Cultural, embora a atual bandeira do estado seja fruto de um importante momento da nossa história, o contexto histórico representado, sua essência negativa, o luto e o sangue, não representam o povo paraibano em sua essência.

“Somos parte de um estado lindo, berço do sol nascente, rico em belezas naturais, com suas matas, habitado por um povo alegre, acolhedor, de paz; queremos ver felicidade em nosso símbolo. Por isso, o retorno da bandeira original do Estado da Paraíba, primeira do período republicano, é a reivindicação fundamental de nossa busca pela valorização da nossa identidade paraibana”, defende Gabriel Moura, percussionista, advogado e integrante do Varadouro Cultural.

Para Danylo Aguiar, músico, produtor cultural e também representante do movimento, “a bandeira é um importante símbolo do povo e deve representar a todos e não apenas a um acontecimento ou pessoa. A afeição do povo com nossa bandeira, com nossos símbolos, é essencial para o fortalecimento de nossa identidade cultural. Ter como nosso símbolo o luto, o sangue e um permanente ´nego´ é um fardo que o povo paraibano não merece carregar”.



Quem defende

Danylo e Gabriel lembram que a reivindicação do retorno da bandeira vem sendo trazido ao longo das décadas por pessoas que acreditam na importância dos símbolos a exemplo dos movimentos "Bandeira Viva" e "Paraíba Capital Parahyba". Estão envolvidos na ação as casas de cultura do Centro Histórico: Ateliê Multicultural Elioenai Gomes, Espaço Mundo, Casa de Musicultura, Casa de Cultura Cia da Terra, Pogo Pub; além da Derrame Produções, HTV Produções, além dos grupos de teatro SerTão Teatro, Quem tem Boca é pra Gritar, Los Iranzi e Cia Limiar; artistas, bandas, grupos de cultura popular e cidadãos.

A mobilização em torno do projeto já tem envolvido várias atividades, entre elas uma oficina de confecção de bandeiras e a programação do 05 de agosto. Mesmo após a passagem da data, o movimento segue com atividades destinadas a celebrar a arte, democratizar a informação e estimular a reflexão sobre as questões importantes para nossa cultura.


Confira os vídeos com as opiniões sobre o assunto:

http://www.youtube.com/watch?v=BlnE5XidtCQ (Luiz Carlos Vasconcelos)
http://www.youtube.com/watch?v=WMZ66dSM2OM&feature=related (João Faissal)
http://www.youtube.com/watch?v=FlxMFBjOAyI&feature=related (população)
http://www.youtube.com/watch?v=NLstIzQOCf4&feature=related (população)



Confira a programação completa do 05 de agosto

9h, Casarão 34
Café da manhã
Performances com participação de artistas locais
Instalação do artista plástico Rafael RG “Parahyba”

10h, Casarão 34
Mesa-redonda: “A relação iconográfica e sua representação de sociedade”, com a Prof. Dra. Tereza Santana (Antropóloga UFPB) e o Prof. Dr. João de Lima (Comunicólogo UFPB)

14h, Ateliê Multicutural Elioenai Gomes
Exibição de um vídeo sobre à temática
Roda de conversa sobre “Identidade(s) e Valorização da Cultura Paraibana”
Elaboração de uma carta aberta

17h, Ateliê Multicultural Elioenai Gomes
Cortejo Multicultural passando pelo Casarão 34 (Praça do Bispo) e em direção a Festa das Neves (Ponto de Cem Réis)

18h, Casarão 34
Lançamento e Sarau Poético do livro “Dias D’iversos”, de Daudeth Bandeira e José de Souza Dantas, pela editora UFPB
Carrinho PB POP com muita música paraibana e microfone aberto

23h30, Ponto de Cem Réis
Cortejo Livre em direção a Praça Antenor Navarro

00h, Praça Antenor Navarro
Chegada do Cortejo Livre e intervenções artísticas

00h, Casa de Cultura Cia da Terra
Exibição do curta-metragem "N.E.G.O", de Chico Sales

00h30, Casa de Musicultura
Carimboys
Nectar do Groove
Furmiga Dub e participações (Alex Madureira, Stephan, Escurinho e mais convidados avulsos)

00h30, Espaço Mundo
Monstro
Seu Pereira
Dj Faissal

00h30, Pogo Pub
Trio pé de serra
Emboscada New Reggae
Dj Guirraiz



Contatos

Assessoria de Comunicação
Renata Escarião
(83) 8850-5852
renataescariao@gmail.com
www.varadourocultural.org/portal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi gente, comentem e façam sugestões! Abraço.