Siga o Blog por E-Mail.

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

DEMISSÕES, PODER E LEI: NADA É PARA TODOS!

Esses dias li, e ouvi, de muita gente o tão famoso jargão da legalidade: cumpra-se a lei! Afirmação repercutida por uma mídia panfletária e controlada pelas oligarquias da Paraíba, defendendo abertamente demissões e arrocho salarial, bandeiras mais defendidas pelo atual governador “Ricardo Maranhão Cunha Lima”.

Chamar mais de 15 mil trabalhadores de capachos de Maranhão, como se todos fossem contratados do período eleitoral ou culpados pelo caos dos governos anteriores (Maranhão, Cássio e companhia), é no mínimo um desrespeito aos milhares de trabalhadores honestos que só querem alimentar seus filhos.

Aos que serão demitidos, dizem as elites: cumpra-se a lei. Aos que deveriam receber melhores salários (Policia Militar e Civil, entre outros), dizem as elites: derrubem a lei.

O Governador e seus capachos querem a “moralização” da, já podre, máquina pública com o congelamento de salários. O direito não garante aumento anual aos trabalhadores? Para piorar, dobram a carga horária dos servidores sem aumentar seus salários (já vi esse filme antes). Muitos que trabalhavam também em outro local para conseguir pagar suas contas serão ainda mais penalizados.

Serão milhares de trabalhadores demitidos até o dia 11 de janeiro. Ainda não ouvi ser anunciada a data do concurso público para que os servidores possam ter a oportunidade de voltar à seus cargos. Até mesmo porque em João Pessoa Ricardo Coutinho, quando prefeito, não convocou todos os servidores aprovados (NAS VAGAS) no último concurso da educação, o atual (Luciano Agra) segue a linha da terceirização. Vocês imaginam como serão escolhidos os que ficarão nos cargos? (são outros tantos ou apenas os afilhados?)

Em meio as demissões não vi a mídia repercutir como deveria sobre o aumento da passagem aprovado pela Prefeitura de João Pessoa na calada da noite e sem a participação do DCE da UFPB (como diz a lei), ou sobre as forte manifestações pela redução (que seguem fortes- calendário no final). Aumento de passagem e do mega lucro dos Empresários das empresas de ônibus pode e para os trabalhadores não? Paciência!

Por que o Governo Ricardo/Cássio não corta na carne? Reduzam os salários do 1º e 2º escalão, ou melhor, diminuam o mar de cargos comissionados existentes nesse governo. Ou fica pouco para dividir nessa podre composição partidária? E não venham falar que já fizeram só porque derrubaram o aumento que Maranhão deu antes de ir embora apenas para ganhar mais uma “laminha” com seus capachos na reta final do governo anterior, mas reduza ao patamar da realidade da Paraíba!

A lei do aumento dos Policiais querem derrubar!

A lei das demissões fazem valer!

A lei que o DCE da UFPB deve participar das reuniões que decidem sobre as passagens de ônibus é desrespeitada!

A lei do aumento dos deputados é aprovada!

A lei dos concursos públicos é desrespeitada!

Lei para quem?

Fico feliz de saber que os Policiais e todos os Servidores da Segurança estão em mobilização rumo a uma forte greve por respeito, melhores salários e condições de trabalho e não estarão na repressão aos estudantes nos próximos atos contra o aumento das passagens de ônibus! (muitos de nós gostaríamos que fosse assim - as elites tremeriam e as conquistas seriam coletivas)




Um comentário:

  1. Eu sou Gilmara, pedagoga e Concordo sim com sua opiniao. Inclusive temos que nos preocupar com a demissao em massa dos professores que, creio eu, tem um percentual alto de prestadores de serviço nesta profissao. O aumento desenfreado dos salários dos ditos $poderosos$ é simplesmente uma afronta a todos nós trabalhadores que suamos a camisa para nos sustentar. Nosso salário é quem paga as contas, o transporte para irmos trabalhar, o nosso almoço entre um expediente e outro etc (enquanto alguns tem todas estas mordomias sem mexer nos seus ganhos). Um absurdo!

    ResponderExcluir

Oi gente, comentem e façam sugestões! Abraço.