Siga o Blog por E-Mail.

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Racismo e Marginalização da Juventude em Noite de Lazer!

Mano Negra clandestina
Peruano clandestino
Africano clandestino
Marijuana ilegal

(Manu Chao)


Posso ter alguns dos seus ricos minutos? É que vez por outra gosto de contar meu dia! Valeu, então vamos lá... Ontem, 29 de janeiro de 2011, após imprimir a primeira boneca da minha dissertação, ainda sem as observações de minha orientadora e conclusão por fazer, resolvi tomar um banho e sair com minha companheira para o Show de Manu Chao e em seguida ir conhecer o Papagaio Pirata.

Nove horas e dez minutos (21:10h) estávamos na parada, meia hora depois finalmente vinha o primeiro ônibus sentido praia – queimou parada! Mais alguns minutos e finalmente um ônibus completamente lotado, com uma juventude animada do Valentina, resolveu parar. Fui assaltado pelos empresários de ônibus, apoiados pelo prefeito (R$2,10 é um assalto), e passei a roleta.

Sabem o motivo da demora além de não ter ônibus para periferia? Batidas policiais na periferia. Os jovens que diziam trocar as TV´s do coletivo por ventiladores (pense num calor!) nos contavam que todos foram obrigados e descer do ônibus e levar aquele baculejo... Em nenhum outro show da Estação Nordeste disseram passar por isso. Outra coisa, nos show que as entradas custam mais caro (Vaquejadas, Festverão, boates elitizadas) não existe esse baculejo ou perseguição... Porque em? Tem droga lá não? O poder econômico é...

Ufa! Finalmente chegamos nas areias de Tambaú/Cabo Branco... A história do ônibus nos seguia, nunca vimos tantos policiais em meio ao Show, muito menos agressivos como estavam. As maiores vítimas? Jovens negros! Humilhados em seu primeiro Show internacional, para alguns o último, devido tamanho racismo! Quem é o chefe da Polícia Militar? No mínimo não anda de ônibus e usa suas drogas sem ser incomodado.

Uma verdade precisa ser dita, excelente a qualidade dos shows da Estação Nordeste! Mas dizer que é democrático e gratuito, com tamanha repressão e o preço da passagem como está... Paciência!

Nítida CRIMINALIZAÇÃO dos usuários de drogas, ou seria da juventude negra? Em Betânia (que show massa) vi várias pessoas com seus wiskis 10 ou 12 anos, também tinha maconha e drogas mais caras, mas por que esses não eram baculejados? Será que a política de redução de danos só serve para estes?

Felizmente o Manu Chao é um cara consciente e, além de sua camisa com grandes “folhas de palmeira”, combate a repressão e estava em um dia altamente inspirado. Deu um verdadeiro SHOW quebrando o protocolo e passando por cima da lei do silêncio. O cara estava verdadeiramente integrado ao público. Fez um bis que sem medo de exagerar, foi um novo SHOW!

Depois do SHOW, finalmente tive a oportunidade de conhecer o Papagaio Pirata, um bar alternativo, um espaço para boa música e artistas locais o ano todo – não em projetos pontuais ou como artistas secundários. Tive o prazer de rever a Banda Brasis, muito boa; e de conhecer a Banda A.Nexo, também de excelente qualidade, e pelo que vi, repleta de maravilhos@s compositor@s. E mais, pelo segunda vez desde que vim morar em João Pessoa, no mês de novembro de 2009, tive uma noite que pode ir além das 03h da manhã. Ainda tive o privilégio de poucos, pude, assim como na virada do ano, ver o sol que nasce primeiro no Brasil; seus raios vermelhos surgiam iluminando aquele mar maravilhoso, energizando os presentes e apontando a possibilidade de dias melhores.

O relógio já marcava 05:30h e queríamos ir embora. Assim como na vinda, não passava ônibus! Felizmente tínhamos como ir de taxi, diferente de tantos outros que lá ficaram. E como se nada pudesse estragar nossa noite, o taxista disse que a prefeitura quer fechar o Papagaio Pirata...

Parece que Ricardo não deixou nenhuma praça para o atual prefeito fazer, restou o trabalho sujo: aumentar as passagens, impedir os ambulantes de trabalhar, botar guarda municipal para estudantes e trabalhadores, impedir os músicos de ter onde tocar...


Não deixe nossa cultura entrar em extinção!

Não ao fechamento do Papagaio Pirata!

Não a proibição de música ao vivo nos bares e restaurantes!

Por mais espaços alternativos!
 
Não ao racismo!

Usuário não é traficante!
Chega de Criminalização, droga é uma questão de saúde pública.
Por uma Política de Redução de Danos.


Agenda de Luta:

1. Renião contra o aumento da passagem - 01/02 (terça) - 16h;
2. Ato descentralizado - Varios dias e vários horários (saber na reunião de terça);
3. Reunião de negociação com prefeitura e ato público - 04/02 (sexta).

sábado, 29 de janeiro de 2011

Todo o apoio a revolução na Tunísia e as mobilizações no Egito

    A derrubada do ditador Bem Alí da Tunísia tem sido o primeiro e maior trunfo democrático deste novo ano. A corrupção, o totalitarismo do regime, o desemprego e a inflação são os motores da revolução laica e democrática que começou no final de 2010 na Tunísia e que não encerrou. Agora, ela continua em dois sentidos: contra os vestígios do velho regime e as manobras que os políticos do mesmo fazem para deter o processo democrático e se espalhando para os outros países árabes que também têm regimes autocráticos como o norte da África; Jordânia, Iêmen e se instalam nas ruas do Egito, o país mais importante da região, onde as mobilizações crescem desafiando o mais importante regime autocrático da região. Tudo está mudando no norte de África com a revolução democrática em curso. Tremem os governos que até o momento foram pilares fundamentais da política dos Estados Unidos e Europa para manter o domínio no norte da África e no Oriente Médio. O Egito tem cumprido um papel inestimável – desde os acordos de Camp Davis 1978 – para frear a causa palestina e impedir que triunfe sua heróica resistência. Também sua colaboração foi chave para a invasão norte-americana no Iraque.

    O PSOL se coloca ao lado do povo da Tunísia apoiando a revolução que nasce das reivindicações democráticas, contra a repressão e a situação econômica de crise que domina a região – que é hoje o ponto mais alto da crise econômica mundial- e que tem provocado altos índices de desemprego, na qual a juventude tem jogado um papel principal. Não por acaso o estouro ocorreu no dia 17 de dezembro, quando Mohamed Bouazizi, um desempregado universitário de 26 anos, se auto-incendiou como protesto contra a crise.

    Esta grande revolta, que custou a vida de dezenas de jovens que por ela deram seu sangue, na qual está participando um amplo setor da população, de intelectuais e de movimentos democráticos não se contenta apenas com a saída de Bem Alí. O povo mobilizado na rua com coragem e muita luta provou que é possível ganhar de uma autocracia. Vivemos um novo processo na Tunísia, já que os trabalhadores e o povo arrancaram as camisas de força que os detinham e vão lutar por democracia, trabalho e salários, e terão de enfrentar a dependência do FMI e dos capitais estrangeiros.

    A Tunísia é expressão de um processo revolucionário que pode atingir todo o mundo árabe e derrubar outros regimes autocráticos, mas também abrir uma nova situação para a heróica luta palestina. O PSOL coloca-se ao lado desta nova revolução, que está sendo um exemplo para novas conquistas democráticas no mundo.


Viva a revolução na Tunísia e as mobilizações no Egito!

Comitê Executivo do PSOL, Brasília, 27 Janeiro

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

REDUÇÃO DAS PASSAGENS! O MAIOR ATO... ATÉ AGORA!

 
Para quem não acreditava... Os estudantes e os trabalhadores presentes no ato contra o aumento das passagens conseguiram ser ouvidos! O Prefeito Luciano Agra (é esse o nome dele) finalmente resolveu atender o movimento pela redução das passagens. Precisou chegarmos ao 7º ato!

Como não bastasse nos atos anteriores sermos atacados por milícia privada dos Empresários de ônibus e Batalhão Choque da Polícia Militar, treinada por Cássio/Maranhão e hoje chefiada por Ricardo Coutinho/Cássio... Precisou os militantes serem atacados pela guarda municipal do atual prefeito e ocuparmos a prefeitura para finalmente, só nesse 7º e violento ato, o vaidoso Luciano Agra finalmente iniciar uma negociação. Se no 1º Éramos 30... no 2º 80... no 5º 300... hoje (26 de janeiro de 2011) éramos mais de 400 trabalhadores, desempregados e estudantes nas Ruas, na Praça e na Prefeitura!

Lindo perceber a passividade d@s estudantes e d@s trabalhador@s que renderam a Guarda Municipal sem agredi-los, sem armas (e sem rosas) dialogaram com a PM defendendo a PEC 300, melhorias salariais e respeito aos servidores municipais que deixavam o prédio da prefeitura em um nítido e verdadeiro apoio ao movimento; os trabalhadores nas ruas apoiavam e somavam-se as manifestações; outras dezenas de manifestantes fechavam as ruas do lado de fora; uma verdadeira unidade pela redução das passagens.

Horrível o papel da Vereadora Sandra Marrocos! Em respeito ao seu passado de luta deveria não cumprir esse papelão: não bastasse pegar o megafone para defender o governo municipal e dizer existir negociação anterior (só hoje o prefeito nos recebeu), ainda ameaçou o movimento dizendo “ser bom que o acordo fosse cumprido”, referindo-se ao momento dos estudantes deixarem o prédio da prefeitura... Paciência... Que papelão!

Lindo ver em uma primeira audiência o Prefeito ceder em alguns pontos e apontar alternativas... Horrível saber que a principal proposta, na verdade só faz bem aos empresários, pois dizem respeito a locais para carregar os passes! LUCIANO, O QUE QUEREMOS É A REDUÇÃO!

Lindo a disposição de t@dos em participarem da reunião que teremos terça, às 16:30h, na Praça da Alegria- UFPB, para construir um grande ato na sexta (04 de fevereiro), esse ainda maior e mais radicalizado.

Horrível o papel do Governador Ricardo Coutinho ao mandar seu Batalhão de Choque para ameaçar o movimento e ainda adiar a volta às aulas acreditando barrar as LUTAS!

Lindo saber que queremos mais, que daremos mais, que não adiaram o retorno das aulas até o final do ano!
Afirmo: Não é bom apanhar... Não é bom bater... Não iremos ceder!

Algumas notícias...

Vídeo - TV Cabo Branco -

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Mentira

Quem meu coração pensa que é?

Por que acha que pode controlar minha mente?

Controlar meu querer

Controlar meu viver

Estou cansado de ser reprimido por ele

Abrirei meu peito

Pegarei meu coração pelo pescoço

Pisarei em seu pé

Olharei em seus olhos

Por fim, gritarei em seus ouvidos

“Não a quero mais”

“Não a gosto mais”

“Não a amo mais”

Depois o devolverei ao meu peito

Desse dia em diante, voltarei a viver

(Tárcio Teixiera)
 
Mais uma do próximo livro: "Labirintos dialéticos da paixão".
 
 
 
SOBRE AS PASSAGENS DE ÔNIBUS...
 
Ato público pela redução das passagens - 26/01/2011- 14h no Ponto dos Cem Réis / 15h na Praça Pedro Américo!

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Rápidas Atualizações: CRESS/PB, Passagens e Solidariedade!

1. CRESS/PB

Colegas a reunião com os Assistentes Sociais que possivelmente farão parte da chapa que concorrerá nas próximas eleições do CRESS/PB será hoje (sexta- 21/01), às 17h, na sede do CRESS.

2. Redução das Passagens

Cada ato na luta contra o aumento das passagens é mais gente nas ruas e um gostinho de quero mais. A reunião de organização das próximas atividade será na próxima terça, às 15h, na Praça da Alegria-UFPB. Policiais disfarçados e infiltrados não serão bem recebidos.

3. Solidariedade I

Lembram que postamos sobre a doação de sangue para realização de uma cirurgia? Soube que a colega estava no hospital para o procedimento. Sejam doadores de sangue e órgãos.

4. Solidariedade II

Apesar das recentes tragédias ocasionadas pelas chuvas já serem anunciadas há tempos e nada ter sido feito, o povo sofrido não tem culpa, sejamos solidários nesse momento tão complicado da vida dessas pessoas.

Além disso, questionemos as supostas medidas positivas de antecipação de benefício e saque do fundo de garantia. Depois de tudo ainda querem que o povo pague a conta! Como farão suas feiras ou terão reservas para o futuro? Que o governo pague as contas!

5. Convite

Seja uma seguidora ou seguidor do nosso blog!



Forte Abraço.

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Construindo a unidade! CRESS/PB

    Conforme, a reunião que tivemos sobre a formação da futura chapa para o CRESS/PB observa-se que de acordo com os encaminhamentos teremos uma chapa unitária em torno do projeto ético-político da profissão.

     Os conselheiros da atual gestão colocaram-se a disposição para construir um grupo unido, com disponibilidade de tempo e independência política para efetivar de forma pontual uma gestão forte e coletiva para o próximo triênio do Conselho. Sebastião, conselheiro da atual gestão, ressaltou que o importante “é construir um grupo unido e disposto para enfrentar o próximo período, que será de grande adversidade”.

    Em clima fraterno e descontraído o estudante de Serviço Social Emanuel Silva destacou a importância da próxima gestão em estar presente nas lutas sociais e ter metas sólidas para futura gestão, sendo a aproximação com as (os) assistentes sociais uma das principais metas que consiste em ter seu ponto de partida à base, ou seja, as graduações federal, estadual e Privada do Estado da Paraíba.

    Na reunião foram ressaltados ainda os avanços da atual gestão: eventos realizados junto a categoria; interiorização do CRESS; presença no Conselho Estadual de Assistência como Presidente; e ampliação dos mecanismos de comunicação. Isso sem deixar de reconhecer as limitações no funcionamento das comissões e mobilização da categoria. “O grupo que compor a próxima gestão encontrará a entidade bem mais estruturada e próxima da categoria que a atual”, completou a Conselheira Glaubia.

    Foi discutida ainda a necessidade de construir metas individuais para cada conselheiro: “a entidade precisa de gente de carne e osso para construir as atividades do CRESS, quem for fazer parte do grupo é fundamental que diga sua disponibilidade para o trabalho”, enfatizou o assistente social Tárcio Teixeira.

O importante desse processo é que as (os) conselheiras (os) que estão propondo-se a seguir na próxima gestão estão com maior clareza das atribuições, reconhecendo as limitações da gestão e dispostos a consolidar o trabalho iniciado. Além disso, alguns dos assistentes sociais que se colocaram dispostos a compor uma chapa unitária, a exemplo de Tárcio (AS do campo sociojurídico) e Cristiane (AS militante do mov. de mulheres), já possuem experiência militante e sabem as dificuldades que terão pela frente.

    As (os) conselheiras (os) do CRESS/PB, presentes na reunião, ficaram de no início dessa semana entrar em contato o AS Tárcio e deixar mais clara a proposta inicial de composição (não de cargos, mas de pessoas dispostas) e assim ser organizada uma reunião com todas (os) que estão propondo-se a compor a próxima gestão do Conselho Regional de Serviço Social.

    Quem tiver disposto a muito trabalho e responsabilidade sem retorno material, seja bem-vindo! Esperamos seu contato!



Emanuel Silva
Tárcio Teixeira

domingo, 16 de janeiro de 2011

Ato #contraoaumentoJP Parte 2 [12-01-11]

Essa é a segunda parte do ato contra o aumento das passagens onde PMPB e Sindicato vendido batem em manifestantes de um ato democrático e pacífico contra o aumento das passagens! Segunda, 15h, na praça da alegrias/UFPB vai ter documentário e preparativos para o grande ato #contraoaumentojp. Este será na terça e contamos com todas e todos! É um ato também por democracia!

Ato #contraoaumentoJP Parte 1 [12-01-11]

Sindicato vendido e polícia truculenta batem em manifestação democrática pacífica contra o aumento das passagens!

sábado, 15 de janeiro de 2011

Solicitação de Apoio

Amigos, colegas, conhecidos e leitores do blog,

A mãe de uma amiga, professora da Escola Casto Alves, precisa fazer uma cirurgia urgente, já está tudo certo para a cirurgia porem o médico só realiza se tiver 10 bolsas de sangue O negativo, até agora só conseguiu 5.

Se alguém tiver esse tipo de sangue, ou conheça alguém que tenha, façam a doação no hemocentro, é simples: basta ir ao hemocentro dizer que é doaçao direcionada para Genilda Soares de Oliveira, na Clínica Dom Rodrigo. A pessoa não deve ter tomado remédio 3 dias antes.

É URGENTE! A cirurgia está marcada para a terça (18/01) se não tiver a quantidade de sangue, vai ser desmarcada :(

Abraços
Tárcio Teixeira


Agenda de Luta Contra o Aumento da Passagem:

Segunda (17 de janeiro), 15h (Praça da Alegria/UFPB)- Apresentação dos documentários: "A Revolta do Buzão" e "A Revolta da Catraca". Em seguida organizaremos o GRANDE ATO DA TERÇA! A CIDADE VAI PARAR!


Agenda Cultura

Segunda (17 de janeiro), 19h- Cinema e Música no Centro Cultural Casa Lauro Xavier.


CRESS/PB
Muito boa a reunião realizada na UFPB sobre a composição da chapa para próxima gestão do CRESS/PB. Brevemente divulgarei em detalhes.

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Novo horário

Amigas (os) e colegas Assistentes Sociais,

Acabei de receber uma ligação de Glaubia, conselheira do CRESS/PB, informando que tivemos um desencontro de informações sobre o horário. Segundo ela marcamos às 13:30h, pois alguns conselheiros irão voltar para o sertão após a reunião. Assim nossa reunião será às 13:30h!

Espero que todas possam participar às 13:30h. Ficarei no local após terminar a reunião para falar com os demais que cheguem no horário marcado anteriormente (15h). Mantenham a mobilização! Estejam no horário possível, preferencialmente às 13:30h, mas não podendo, faremos outra reunião em seguida.

Formaremos um grupo forte com base nos princípios já apresentados em texto anterior.

Até amanhã.
Tárcio Teixeira

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Colegas Assistentes Sociais: um convite público!

(Eleição/Composição CRESS/PB)

Muitos já devem saber que estamos em processo de eleição do Conjunto CFESS/CRESS, alguns inclusive por material que enviei por e-mail. Considerando esse momento democrático e extremamente rico para ampliarmos o debate sobre nossa categoria; e a fala de alguns colegas sobre a possibilidade de contribuir com o CRESS/PB (13ª Região); resolvi entrar em contato com os colegas da gestão atual para fazermos esse debate.

Ontem falei com alguns conselheiros (as) da gestão atual do CRESS/PB para ampliarmos esse debate. Hoje (07 de janeiro) recebi uma ligação sugerindo uma reunião para o dia 14 de janeiro (sexta-feira), às 15h, na Praça da Alegria (UFPB). Gostei da data, vamos mobilizar!

Como não represento nenhum grupo organizando no interior da categoria, fiz essa mediação, além do interesse pessoal de contribuir e participar da próxima gestão, pelo fato de alguns colegas apresentarem interesse e perguntarem sobre o processo. Assim, acho por bem ampliarmos esse debate para todos e todas Assistentes Sociais da Paraíba, assim como aos futuros profissionais, em especial ao Movimento Estudantil.

Acredito que seja possível uma chapa unitária ao CRESS/PB que represente um programa mínimo baseado: 1. nos princípios do Projeto Ético-Político do Serviço Social, aproveito para citar um dos que considero mais rico “Opção por um projeto profissional vinculado ao processo de construção de uma nova ordem societária, sem dominação-exploração de classe, etnia e gênero”; 2. uma gestão independente de governo “A ou B”; e 3. conselheiros com disponibilidade de tempo às inúmeras atividades do Conjunto CFESS/CRESS.

Gostaria que confirmassem presença no tarciohteixeira@yahoo.com.br, por telefone ou nos comentários. Quem não tiver como ir no dia 14 de janeiro, mas quiser participar dos debates, liga ou passa e-mail que marcamos algo no dia anterior ou no final de semana seguinte.


Lembrando: 14 de Janeiro (sexta-feira), às 15h, na Praça da Alegria/UFPB.
Visite o http://www.cfess.org.br/ e veja o material sobre as eleições!

PS.: SEGUE FIRME E FORTE AS MANIFESTAÇÕES CONTRA O AUMENTO DAS PASSAGENS EM JOÃO PESSOA! QUINTA PASSADA A CIDADE PAROU! FOI SÓ O COMEÇO! ALÉM DE NOSSAS LUTAS, JOGUEMOS O EMPRESÁRIOS DO COMÉRCIO CONTRA OS DO TRANSPORTE... PAREMOS TUDO!
 
VÍDEOS E CALENDÁRIO DE LUTAS NO TWITTER E YOUTUBE - #contraoaumentojp

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

DEMISSÕES, PODER E LEI: NADA É PARA TODOS!

Esses dias li, e ouvi, de muita gente o tão famoso jargão da legalidade: cumpra-se a lei! Afirmação repercutida por uma mídia panfletária e controlada pelas oligarquias da Paraíba, defendendo abertamente demissões e arrocho salarial, bandeiras mais defendidas pelo atual governador “Ricardo Maranhão Cunha Lima”.

Chamar mais de 15 mil trabalhadores de capachos de Maranhão, como se todos fossem contratados do período eleitoral ou culpados pelo caos dos governos anteriores (Maranhão, Cássio e companhia), é no mínimo um desrespeito aos milhares de trabalhadores honestos que só querem alimentar seus filhos.

Aos que serão demitidos, dizem as elites: cumpra-se a lei. Aos que deveriam receber melhores salários (Policia Militar e Civil, entre outros), dizem as elites: derrubem a lei.

O Governador e seus capachos querem a “moralização” da, já podre, máquina pública com o congelamento de salários. O direito não garante aumento anual aos trabalhadores? Para piorar, dobram a carga horária dos servidores sem aumentar seus salários (já vi esse filme antes). Muitos que trabalhavam também em outro local para conseguir pagar suas contas serão ainda mais penalizados.

Serão milhares de trabalhadores demitidos até o dia 11 de janeiro. Ainda não ouvi ser anunciada a data do concurso público para que os servidores possam ter a oportunidade de voltar à seus cargos. Até mesmo porque em João Pessoa Ricardo Coutinho, quando prefeito, não convocou todos os servidores aprovados (NAS VAGAS) no último concurso da educação, o atual (Luciano Agra) segue a linha da terceirização. Vocês imaginam como serão escolhidos os que ficarão nos cargos? (são outros tantos ou apenas os afilhados?)

Em meio as demissões não vi a mídia repercutir como deveria sobre o aumento da passagem aprovado pela Prefeitura de João Pessoa na calada da noite e sem a participação do DCE da UFPB (como diz a lei), ou sobre as forte manifestações pela redução (que seguem fortes- calendário no final). Aumento de passagem e do mega lucro dos Empresários das empresas de ônibus pode e para os trabalhadores não? Paciência!

Por que o Governo Ricardo/Cássio não corta na carne? Reduzam os salários do 1º e 2º escalão, ou melhor, diminuam o mar de cargos comissionados existentes nesse governo. Ou fica pouco para dividir nessa podre composição partidária? E não venham falar que já fizeram só porque derrubaram o aumento que Maranhão deu antes de ir embora apenas para ganhar mais uma “laminha” com seus capachos na reta final do governo anterior, mas reduza ao patamar da realidade da Paraíba!

A lei do aumento dos Policiais querem derrubar!

A lei das demissões fazem valer!

A lei que o DCE da UFPB deve participar das reuniões que decidem sobre as passagens de ônibus é desrespeitada!

A lei do aumento dos deputados é aprovada!

A lei dos concursos públicos é desrespeitada!

Lei para quem?

Fico feliz de saber que os Policiais e todos os Servidores da Segurança estão em mobilização rumo a uma forte greve por respeito, melhores salários e condições de trabalho e não estarão na repressão aos estudantes nos próximos atos contra o aumento das passagens de ônibus! (muitos de nós gostaríamos que fosse assim - as elites tremeriam e as conquistas seriam coletivas)