Siga o Blog por E-Mail.

sábado, 31 de dezembro de 2011

Quebrando o Recesso: R$2,30 é um Assalto!

                                                       “Seu prefeito, preste atenção, R$2,30 não consegue reeleição” (palavra de ordem no ato contra o aumento)


Agra não permite nem mesmo um recesso de quinze dias ao nosso blog! Como no início de 2011, na “calada da noite”, ameaçaram o aumento de passagem para R$2,30, se R$2,10 já era um assalto, o que dizer de R$2,30?
Vocês acreditam em coincidências? Eu não! Não sei se tod@s sabem, mas um valoroso companheiro de luta responde a um processo no judiciário desde as últimas lutas contra o aumento das passagens no início de 2011, procedimento este que tortura o companheiro pela morosidade de judiciário. No dia 29 de dezembro de 2011, após ser anunciado o aumento para R$2,30, e exatamente no dia da primeira reunião do movimento pela redução, recebi em casa, às 07h30 da manhã, um oficial de justiça com a intimação para que eu fosse testemunha do companheiro em audiência marcada para 27 de março de 2012, às 13h30, na Av. João Machado, S/N, Centro. É uma grande coincidência, MERECE SER CONSTRUÍDO UM GRANDE ATO NESSE DIA! QUE SEJA UM DIA HISTÓRICO!

Na última sexta do ano tivemos um bonito ato pela redução das passagens, além do movimento estudantil participaram o Movimento do Espírito Lilás (MEL) e o Conselho Regional de Serviço Social da Paraíba (CRESS/PB), tod@s em um só grito: R$2,30 é um assalto!

2011 foi de muitos ataques aos direitos do cidadãos/ãs, mas também foi um ano de muita articulação dos movimentos sociais, com destaque para as: ações do Fórum Paraibano em Defesa do SUS e Contra as Privatizações; lutas contra as privatizações das políticas públicas, por parte do Prefeito de João Pessoa (Luciano Agra) e do Governador da Paraíba (Ricardo Coutinho); manifestações pela redução das passagens; e as ações políticas do Movimento LGBT.

Que 2012 seja de fortalecimento das lutas e que tod@s percebam quem repete a história e quem busca a mudança!



Feliz 2012!

Tárcio Teixeira
Assistente Social do MPPB
Presidente do CRESS/PB

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

sábado, 24 de dezembro de 2011

Que venha 2012!

Tive um 2011 maravilhoso! Peço permissão aos/as leitores/as do blog "Vida Vivida!", acessado mais de 6.500 vezes no ano de 2011, para fazer um balanço pessoal do “meu 2011”. Mesmo entendendo a sociedade na perspectiva de totalidade, repartirei “meu 2011” em alguns pedaços.

Comecei “meu 2011” com uma única meta: terminar meu mestrado. Como a vida é carregada de surpresas, eu não fujo das tarefas que a realidade impõe e tive a alegria de receber pessoas fantásticas em minha vida... Terminei meu ano mestre, na gestão do CRESS/PB, no Diretório Estadual do PSOL/Paraíba, com meu casamento ainda melhor do que começou e com minha filha querendo morar em João Pessoa.

Profissionalmente termino o ano tendo concluído meu estágio probatório e sendo reconhecido pelos/as Promotores/as, e trabalhadores/as com quem vivo meu cotidiano profissional, como um bom assistente social. Sei que sempre podemos melhorar, espero isso para “meu 2012”.

Politicamente foram algumas conquistas em 2011: no Partido Socialismo e Liberdade da Paraíba (PSOL/PB), retornei minha militância e tenho a oportunidade de, hoje, compor o Diretório Estadual do Partido, isso em um ano onde nosso Congresso Nacional mostrou que estamos no caminho certo; na Associação dos/as Servidores/as do Ministério Público da Paraíba (ASMP-PB), percebemos uma boa movimentação feita por nós servidores, a caminhada apenas começou; no Serviço Social, iniciei “meu 2011” de forma tímida apenas querendo contribuir com o fortalecimento da categoria, sem grandes pretensões na composição do Conselho Regional de Serviço Social da Paraíba (mesmo em um grupo com diferenças internas), como alguns não quiseram avançar em um grupo conosco, resolvermos apresentar nossas propostas e mobilizar a categoria, o resultado disso é que hoje somos parte da gestão 2011/2014 “CRESS na Luta, Forte e Independente!”, eleita pelos/as assistentes sociais da Paraíba para fortalecer nossa entidade.

Academicamente, não só terminei o ano com uma esposa mestra, disposta a contribuir com minha formação intelectual, como também terminei meu mestrado em meio a “meu 2011” fora do normal. Aqui, um abraço especial aos membros do Super Mestrado e do Super Hiper Mestrado, aos membros da banca e a minha orientadora, com quem espero realizar importantes pesquisas no CRESS/PB.

Termino “meu 2011” com a maravilhosa notícia de que minha princesa quer morar conosco em João Pessoa, alegrias e desafios para 2012. 

Termino feliz  “meu 2011” por saber que só termina dessa forma porque não foi meu, MAS NOSSO!

Obrigado as pessoas maravilhosas que toparam dividir importantes momentos do “seu 2011” e fazer dele o NOSSO 2011.

Pelo que vi essa semana, não terei tempo para em 2012 ter meta maior do que a de fazer uma boa gestão no CRESS/PB, uma gestão que, ainda quando chapa, fez um trabalho de “gente grande”, e assim fez por não se limitar aos 18 integrantes da chapa, mas envolver os/as profissionais e os movimentos sociais, fazer campanha e fazer luta política. Obrigado aos/as companheiros/as da gestão 2011/2014 e aos/as apoiadores/as que garantiram essa vitória, que acreditaram em um projeto coletivo! Sigamos juntos, a caminhada apenas começou!

FELIZ 2012!



AGENDA 2012 – Quem ainda não comprou agenda 2012, pode fazer isso na sede do CRESS/PB, as agendas do Conjunto CFESS/CRESS ficaram mais bonitas e com a qualidade melhor que a de 2011- GARANTA A SUA!

RECESSO – Leitores/as do “Vida Vivida!”, até 09 de janeiro estaremos resolvendo algumas pendências pessoais e do CRESS/PB, motivo esse que faz com que tiremos um breve recesso nas postagens do nosso blog. Agradecemos a compreensão de todos/as e esperamos contar com vocês entre os leitores e seguidores do www.tarcioteixeira.com no ano de 2012.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

CONVITE PARA POSSE DA NOVA GESTÃO DO CRESS/PB

A Chapa “CRESS na Luta, Forte e Independente!” tem a enorme satisfação em convidar tod@s @s assistentes sociais e lutadores sociais da/na Paraíba para participarem da posse da nova gestão do Conselho Regional de Serviço Social da Paraíba. O evento acontecerá às 09h do dia 17 (sábado) de dezembro de 2011 na sede do CRESS/PB.

Endereço

CRESS-PB – Conselho Regional de Serviço Social 13a Região PB
Sede - Av. Guedes Pereira, 55 - Salas 401 e 403 - Edifício Oriente Center - Centro - João Pessoa - PB - (83) 3221-7783.

domingo, 11 de dezembro de 2011

NOVO RECURSO PARA ANULAR AS ELEIÇÕES DO CRESS/PB!

Apesar do título, não se trata de um texto repetido, na verdade a chapa 2 entrou com novo recurso contra o resultado das eleições do CRESS/PB. Perguntem ao integrante da chapa 2 que você conhece se ele/ela sabe desse novo recurso, ou mesmo do recurso anterior, caso a resposta seja positiva (o que não será para boa parte) pergunte até onde estão dispostos a seguir questionando a vontade d@s assistentes sociais da Paraíba.

Todas as movimentações da Chapa “CRESS na Luta, Forte e Independente!” são publicadas nas redes sociais, distribuídas por e-mail e postados em nosso blog, queremos democratizar as informações e que @s assistentes sociais da Paraíba sigam mobilizados e ativos no processo de fortalecimento da nossa categoria. Como sabemos que vocês não foram informados sobre esse recurso interposto junto a Comissão Eleitoral Nacional, aqui estamos, mais uma vez informando e pedindo sua participação.

Nossa campanha foi realizada com muito esforço pel@s integrantes da chapa e noss@s tant@s apoiadores, os recursos financeiros/materiais que tivemos foram muito poucos, mas nossa organização vinda desde abril de 2011 possibilitou conseguir apoio junto aos/as inúmer@s apoiadores/as.

A Chapa 1, vitoriosa no processo eleitoral, segue organizada como sempre esteve! Hoje fizemos nossa primeira reunião de planejamento para pensar as comissões regimentais, e não regimentais, e estruturar nossa atuação na POSSE, evento este que não podemos já fazer o convite pelo fato de ainda não sabermos a data.

Esperamos que e a vontade da grande maioria d@s assistentes sociais da Paraíba e as instâncias internas da categoria sejam respeitadas. Contamos com o seu envolvimento e participação na posse e na gestão “CRESS na Luta, Forte e Independente!”

Forte Abraço e até a posse!

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

14ª CONFERÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE: VITÓRIA CONTRA A PRIVATIZAÇÃO DO SUS!

Nota política da Frente Nacional contra a Privatização da Saúde Nosso Sistema Único de Saúde (SUS) chegou à 14ª Conferência Nacional de Saúde em um momento crítico. Após vinte e um anos de construção difícil e avanços limitados, o SUS tem sofrido um processo de desconstrução de seu caráter público e estatal, que ameaça por fim às possibilidades de alcançarmos o sonho do direito universal à saúde no Brasil. As propostas de “novos modelos de gestão” são hoje, sem dúvida, uma das maiores expressões desse processo de desconstrução e de privatização do direito à saúde.

Foi nesse contexto que as delegadas e os delegados da 14ª Conferência Nacional de Saúde, no período de 30 de novembro a 04 de dezembro de 2011, rejeitaram, em maioria arrebatadora, todas as formas de privatização da saúde (Organizações Sociais, Fundações Estatais de Direito Privado, Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público - OSCIPs, Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares - EBSERH e Parcerias Público-Privadas).

Entendemos que essa vitória é de todos (as) que defendem o SUS 100% público, estatal e sob administração direta do Estado em cada local desse país.

A Conferência afirmou o desejo da maioria da população brasileira pela garantia de acesso universal, equânime e integral aos serviços de saúde geridos com qualidade pelo Estado. Afirmou ainda, a defesa do aumento do financiamento para o SUS, exigindo a imediata regulamentação da Emenda Constitucional 29 e a destinação de 10% da Receita Corrente Bruta para a saúde e, principalmente, que estes recursos públicos sejam aplicados para ampliação da rede pública de serviços em todos os níveis de atenção à saúde (Atenção Básica, Média e Alta Complexidade) - com instalações, equipamentos, medicamentos e assistência farmacêutica restritamente públicos -; a realização de concursos públicos, a definição de pisos salariais e de Planos de Cargos e Carreira para todos(as) os(as) trabalhadores(as) e melhores condições de trabalho, efetivação de serviços de saúde mental na lógica da Reforma Psiquiátrica Antimanicomial, rejeitando a internação compulsória e as comunidades terapêuticas, dentre várias outras propostas que visam fortalecer o SUS e efetivar o direito à saúde.

A 14ª Conferencia Nacional de Saúde será lembrada na história como o espaço que rejeitou a tentativa de contrarreforma do capital no sentido de privatizar a saúde e demonstrou que a sociedade brasileira está atenta e forte na defesa de seus direitos.

Apesar dessa legítima vitória do povo brasileiro, construída desde as Conferências Municipais e Estaduais de Saúde, e concretizadas na etapa nacional após muito debate, não podemos deixar de denunciar o desrespeito ao Controle Social por parte do Governo Federal ao final da plenária. O Governo Federal, defensor das mais diversas propostas privatizantes, visando esconder a sua derrota política nas propostas votadas pelo conjunto de delegados de todo Brasil, apresentou uma “carta síntese” que não traduz o teor político das conferências e lutas travadas no dia a dia pelos militantes, usuários e trabalhadores da saúde, trazendo apenas um resumo com a intencionalidade de mostrar um “falso consenso” excluindo os importantes pontos em que o governo foi derrotado, como a defesa de um SUS 100% público e estatal e a rejeição a todas as formas de gestão privatizantes, citadas acima.

A carta, mesmo não estando prevista no Regimento e nem no Regulamento, e não sendo publicizada anteriormente em nenhum espaço oficial da Conferência, foi colocada em votação. Sem debate do seu teor e sem permissão de intervenção sobre o seu conteúdo, a carta foi aprovada pela Plenária, em uma votação conduzida pelo próprio ministro. Não nos calaremos diante desse golpe e nossa resposta se dará na continuidade de nossas lutas!

Afirmamos que o produto da Conferência está expresso no relatório final, sendo este o documento oficial da mesma, e que deve ser imediatamente divulgado para toda a sociedade! Nele está expresso o desejo do povo brasileiro que norteará as nossas lutas em defesa do SUS.
 
A Frente Nacional contra a Privatização da Saúde - composta por Fóruns Estaduais e Municipais, diversas entidades, movimentos sociais, centrais sindicais, sindicatos, partidos políticos e projetos universitários -, esteve na 14ª Conferência, de forma organizada e militante, defendendo o caráter público da saúde e a efetivação do SUS articulado a um projeto de sociedade em que todos tenham igualmente condições de vida digna, no contexto mais amplo das lutas para supressão das desigualdades sociais, com prospecção socialista. Entendemos que as lutas na saúde devem estar articuladas às lutas por uma sociedade justa, plena de vida, sem discriminação de gênero, etnia, raça, orientação sexual, sem divisão de classes sociais!
 
Tivemos uma grande vitória. Durante toda Conferência, houve uma dura disputa política entre os defensores do SUS e os privatistas. A Frente Nacional contra a Privatização da Saúde obteve uma grande vitória com a defesa intransigente do SUS público e repúdio a privatização. Mas, é preciso continuarmos atentos e organizados. A nossa luta continua em cada estado e município desse país, fortalecendo os fóruns em defesa do SUS e contra as privatizações, exigindo a efetivação das definições desta Conferência, buscando fortalecer o controle social e as lutas nas ruas!
 
A 14ª Conferência Nacional de Saúde entra para a história reafirmando o mais importante princípio da 8ª Conferência Nacional de Saúde: nossa saúde não é mercadoria!

"O SUS É NOSSO
NINGUÉM TIRA DA GENTE
DIREITO GARANTIDO
NÃO SE TROCA E NÃO SE VENDE!"

FRENTE NACIONAL CONTRA A PRIVATIZAÇÃO DA SAÚDE

FÓRUNS PARTICIPANTES DA FRENTE:
FÓRUM DE SAÚDE DO RIO DE JANEIRO
FÓRUM EM DEFESA DO SUS E CONTRA A PRIVATIZAÇÃO DE ALAGOAS
FÓRUM PARAIBANO EM DEFESA DO SUS E CONTRA AS PRIVATIZAÇÕES
FÓRUM POPULAR DE SAÚDE DE SÃO PAULO
FRENTE PERNAMBUCANA EM DEFESA DO SUS
FÓRUM ESTADUAL EM DEFESA DO SERVIÇO PÚBLICO E CONTRA AS TERCEIRIZAÇÕES- DO RIO GRANDE DO NORTE
FÓRUM POPULAR EM DEFESA DA SAÚDE PÚBLICA DE LONDRINA E REGIÃO
FÓRUM POPULAR DE SAÚDE DO PARANÁ
FRENTE CEARENSE EM DEFESA DO SUS E CONTRA A SUA PRIVATIZAÇÃO
FÓRUM DE SAÚDE DO RIO GRANDE DO SUL
FÓRUM EM DEFESA DO SUS CONTRA A PRIVATIZAÇÃO DA SAÚDE DE MINAS GERAIS
FÓRUM EM DEFESA DO SUS DO DISTRITO FEDERAL
FÓRUM DE SAÚDE DO MARANHÃO
FÓRUM DE SAÚDE DE GOIÁS

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Sócrates, Mombaça, Política, Futebol...

Minha primeira lembrança relacionada ao futebol foi em 1982, quando – com pouco mais de 4 anos – fui chorar escondido no alpendre da casa dos meus avós, confesso que não lembro das jogadas, mas os nomes de Zico, Junior e Sócrates ficaram para sempre.

Naquele dia de sol, no sertão do Ceará, o clima que dominava era o de euforia e esperança estampado na cara das pessoas. A expectativa de mudança vivida pelo país parecia ter algo haver com tudo aquilo que ocorria no futebol, relação esta que eu não percebia aos meus 4 anos de idade. Naquele período, tudo que eu queria era que as pessoas seguissem com aquela alegria estampada no rosto, mas perdemos a copa.

Hoje percebo que realmente tinha algo mais naquela seleção de 1982, possivelmente eram os efeitos da liderança democrática de Sócrates, jogador que contribuiu para o país não apenas nos gramados, mas também para que, naquele mesmo alpendre que chorei com a derrota da seleção (ou pela tristeza que aquela derrota trazia), eu pudesse sorrir ao ver as pessoas tomarem as ruas de Mombaça gritando coisas que eu não entendia... Tod@s eufóric@s com as eleições indiretas e animados com a possibilidade de votar nas eleições presidenciais seguintes.


Sócrates, que fiquem as lembranças e lições positivas!

domingo, 4 de dezembro de 2011

Bela Morte

A Morte passou na minha frente

Olhos castanhos cor de mel

Longos cabelos negros e cacheados

Uma voz suave

Pele macia e mãos rápidas

Olhei para o lado

Ela sorriu

Ergueu o pequeno corpo estirando no meio da rua

Olhou em minha direção

Mais uma vez sorriu

Pediu para eu esperar

Disse que não tenho pressa

Tenho a vida toda para ser tocado por tamanha beleza

Saberei esperar

Curtir cada olhar

Cada carícia

Cada cheiro exalado por seus cabelos

Faço questão de curtir vagarosamente cada momento

Curtir cada toque

Sem pressa alguma

Por sua beleza

Por um contato mais intimo com tão grandiosa beleza

Espero sem pestanejar

Espero até meus 150 anos

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

QUEREM ANULAR AS ELEIÇÕES DO CRESS/PB OU ANULAR O CONSELHO REGIONAL DE SERVIÇO SOCIAL DA PARAÍBA?

Seria desespero, oportunismo ou algo que não conseguimos enxergar?! Porque querem impugnar os votos da Chapa 1?

Em 30 de setembro de 2011, quando a Chapa “CRESS na Luta, Forte e Independente!” já havia conseguido organizar toda documentação necessária para sua inscrição nas eleições do CRESS, um documento do Conselho Federal de Serviço Social- CFESS afirmava sobre a Chapa 2 que:

1. “o atraso de quatro minutos para inscrição da chapa recorrente é irrelevante e não pode impedir que o princípio da democracia possa suplantar esta questão.”;

2. “Assistente Técnico de Tesouraria do CFESS Antonio Horácio Silva, o CRESS da 13ª Região “não encaminhou, até a presente data as Prestações de Contas dos exercícios de 2009 e 2010, bem como os balancetes de janeiro a setembro do exercício de 2011” Portanto, a situação permanece irregular, até a presente data, sendo certo que os candidatos ordenadores de despesas daquela gestão estavam impedidos de se candidatar, motivo pelo qual se fizeram substituir, na mesma chapa, por outros assistentes sociais”.

Após substituição dos nomes irregulares na chapa 2 e mesmo esta chapa tendo feito a inscrição fora do prazo, em nome da democracia seguiu o processo eleitoral.

Durante o processo, por motivos de pressão externa (temos provas materiais disso) um dos representantes da chapa “CRESS na Luta, Forte e Independente!” retirou o nome da chapa, sendo no mesmo dia substituído por outra assistente social. No segundo dia de votação (26 de outubro de 2011), um dos integrantes da chapa 2 retirou o nome da chapa, pedindo para retornar horas depois.

Em 08 de novembro de 2011, a Comissão Regional Eleitoral tomou a seguinte decisão:

1. “ACATAMOS O PEDIDO DE SUBSTITUIÇÃO DA CHAPA 1 E A RECONSIDERAÇÃO DO MEMBRO DA CHAPA 2”;

2. “A LIVRE ESCOLHA DOS VOTANTES DEVE SER RESPEITADA, PREVALENCENDO, COMO JÁ CITADO, A DEMOCRACIA, A IGUALDADE DE CONDIÇÕES ENTRE OS CONCORRENTES E A PLURALIDADE DE OPÇÕES PARA OS PROFISSIONAIS VOTANTES”.

A apuração dos votos deu-se em 18 de novembro, 10 dias após o parecer da Comissão Eleitoral Regional e sem nenhum questionamento por parte da chapa 2. Assim, nos perguntamos por que só questionar esse parecer após a contagem dos votos? Porque só fizeram isso após saber que, por uma diferença de mais de 10% dos votos, a Chapa “CRESS na Luta, Forte e Independente!” foi escolhida entre @s assistentes sociais da Paraíba para assumir a gestão do CRESS/PB.

Para piorar um pouco... Caso esse pedido sem fundamento venha a ser aceito, o que seria votar contra parecer já apresentado e um questionamento já superado, os votos da nossa chapa seriam considerados votos nulos e segundo o Código Eleitoral do Conjunto CFES/CRESS: “Art. 73. [...] § 5º. Será nula a eleição em que a somatória dos votos nulos e brancos superarem os que forem conferidos à chapa mais votada.”

Em outras palavras, caso os votos da grande maioria d@s assistentes sociais que votaram por um “CRESS na Luta, Forte e Independente!” forem anulados, a eleição será nula. A quem seve um CRESS sem gestão ou uma Comissão Provisória formada por apenas sete membros?

A Chapa 2, segundo documento do CFESS já citado (30 de setembro), requereu “a NULIDADE da ELEIÇÃO, caso não sejam acatados seus argumentos, sob a alegação de que fora preterida formalidade essencial, qual seja: a ata de encerramento não foi assinada por todos os membros da Comissão, conforme exigência do artigo 42 do Código Eleitoral Vigente.”. Essa chapa teve seu pedido aceito e seguiu participando do processo eleitoral. Isso seria chantagem ou um equívoco na redação?

@S ASSISTENTES SOCIAIS DA PARAÍBA ESCOLHERAM A PRÓXIMA GESTÃO DO CRESS/PB, será que @s representantes da chapa 2 pensam em seguir até justiça comum e travar as ações do Conselho Regional de Serviço Social da Paraíba? ISSO SERIA DEMOCRACIA?

É hora de TOD@S ASSISTENTES SOCIAIS DO ESTADO e LUTADORES/AS SOCIAIS que querem um “CRESS na Luta, Forte e Independente!” e apoiaram nossa chapa tomarem posição e as tornarem públicas!

Escrevam em seus blogs, twitter, facebook e mandem e-mail para @s colegas que fazem parte da Chapa “CRESS na Luta, Forte e Independente!” e aos/as da chapa 2. Aproveitem e telefonem dando apoio ou se posicionando contrári@s a esse gesto que não permite que @s profissionais decidam sobre seu Conselho. Liguem também para o CRESS e digam o que pensam – 32217783.

O e-mail da nossa chapa, a chapa eleita pel@s assistentes sociais da Paraíba, é cressnalutaforteeindependente@hotmail.com e o twitter @CRESSFORTE.

Para achar o e-mail da outra chapa podem procurar no blog deles (http://chapa2cresspb.blogspot.com) ou via twitter - @chapa2_CRESSpb.

Enquanto seguir os ataques a democracia nosso blog seguirá funcionando e sendo esse importante canal de diálogo.

QUEREM ANULAR AS ELEIÇÕES DO CRESS/PB OU ANULAR O CONSELHO REGIONAL DE SERVIÇO SOCIAL DA PARAÍBA?

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Por Quem Os Sinos Dobram

Nunca se vence uma guerra lutando sozinho
Cê sabe que a gente precisa entrar em contato
Com toda essa força contida e que vive guardada
O eco de suas palavras não repercutem em nada

É sempre mais fácil achar que a culpa é do outro
Evita o aperto de mão de um possível aliado, é...
Convence as paredes do quarto, e dorme tranqüilo
Sabendo no fundo do peito que não era nada daquilo

Coragem, coragem, se o que você quer é aquilo que pensa e faz
Coragem, coragem, eu sei que você pode mais

É sempre mais fácil achar que a culpa é do outro
Evita o aperto de mão de um possível aliado
Convence as paredes do quarto, e dorme tranqüilo
Sabendo no fundo do peito que não era nada daquilo

Coragem, coragem, se o que você quer é aquilo que pensa e faz
Coragem, coragem, eu sei que você pode mais.

(Raul Seixas)

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Vitória no CRESS/PB - Meus Agradecimentos!

Em 2007, quando cheguei na Paraíba, uma das primeiras pessoas que conheci em minhas relações profissionais como assistente social dos correios, disse que eu deveria ser candidato a presidente do Conselho Regional de Serviço Social da Paraíba. Essa pessoa, hoje uma amiga muito especial, chama-se Secundina, segundo ela eu tinha disposição e vontade de mudar, não exatamente com essas palavras.

Aqui estou eu, quatro anos depois, comemorando a vitória da Chapa “CRESS na Luta, Forte e Independente!”, fato que só foi possível por alguns elementos que eu já dizia há algum tempo: a importância de conhecer mais a linda Paraíba e a necessidade de um grupo que representasse mais que a composição de uma chapa, um grupo que formasse um projeto político coletivo.

Fico muito feliz quando recebo os parabéns pela nossa vitória no processo eleitoral, e mais feliz ainda quando dizem “parabéns ao grupo” pela vitória! Esse projeto teve início em fevereiro de 2011, ocorreu de forma livre e democrática, todas as reuniões foram previamente e amplamente divulgadas. Em maio, após o primeiro processo eleitoral, éramos “apenas” cinco assistentes sociais (três para chapa e dois importantes apoiadores), hoje somos muito superiores aos que votaram em nossa chapa.

Agradeço não só as/aos 146 assistentes sociais que votaram na Chapa 1, mas as que não receberam as cédulas em sua residência, as que não tinha condições de pagar os atrasados, as que não foram liberadas de seus trabalhos e as que, por motivos não muito agradáveis, não se sentiram em condições de ir na sede do CRESS votar. Eu poderia parar aqui, mas nossos apoios foram mais que dos profissionais da Paraíba, companheiras de renome nacional apoiaram nosso grupo, da mesma forma, diversos sindicatos e movimentos. Meu muito obrigado!

Tenho total clareza que esse apoio não foi ao Tárcio ou a qualquer outr@s integrante da nossa chapa, mas a um projeto que luta contra o neoconservadorismo no Serviço Social e que levanta bandeiras bem superiores as corporativas, a exemplo das luta contra a privatização das políticas públicas em João Pessoa e em toda Paraíba.

Diversos dos ataques pessoais que eu sofri nessa jornada não foram divulgados, em muitos deles não tive sequer a possibilidade de defesa, algumas mentiras no campo da política e outras no campo da moral, estas últimas terão conseqüências. Aos que esperavam que entrássemos nesse jogo pequeno, apresentamos aqui os resultados do processo eleitoral, o restante poderá ser constatado no trabalho do grupo que faço parte, este, como disse anteriormente, bem superior as dezoito pessoas que integram a chapa.

Estou super orgulhoso e feliz de ser parte da GESTÃO “CRESS na Luta, Forte e Independente!”, formada por pessoas maravilhosas que ainda estou conhecendo, mas já aprendi a admirar e passei a ter um carinho muito especial. Aos demais, não correrei o risco de nomear, mas @s professoras da UFPB, UFCG e UEPB foram centrais nesse processo; da mesma forma, as colegas do interior da Paraíba que nos receberam com muito carinho e nos levou pelos braços nos diferentes espaços de trabalho d@s assistentes sociais; na mesma proporção, lembramos da importância d@s que, silenciosamente ou não, fizeram a campanha em João Pessoa e em Campina Grande.

Aos que lançaram boatos sobre minha candidatura para Vereador de João Pessoa em 2012, sei que acreditam em meu trabalho, mas o momento é de fortalecer o CRESS da Paraíba, não sou candidato no próximo ano. Sou um Cearense que cresceu em Pernambuco e escolheu a maravilhosa Paraíba como o local para fixar morada, quero contribuir na luta contra os coronéis que privatizam e fazem nosso povo sofrer, essas lutas não são feitas apenas no parlamento, por isso muitos não nos queriam no CRESS.

Espero que da mesma forma que, com um grupo forte, fizemos um Diretório Acadêmico de Serviço Social e um DCE de luta na Universidade Católica de Pernambuco, ou mesmo quando estive com outro grupo maravilhoso no Diretório Acadêmico de Ciências Sociais da UFPE, ou ainda, quando fui o delegado sindical mais votado quando trabalhei nos Correios, que possamos fazer um CRESS na Luta, Forte e Independente!

 
Forte Abraço e Muito Obrigado!


Tabela com quantitativo de votos e texto da Chapa 1 - "CRESS na Luta, Forte e Independente!", no http://www.cressnalutaforteeindependente.blogspot.com/

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

CONVITE – SEMINÁRIO POLÍTICO-ORGANIZATIVO

Há meses estamos em constante mobilização em defesa da saúde pública, das políticas públicas, com ações batalhas quase que diárias, no sentido de impedir que a enfrentando setores os que querem a privatização/terceirização do SUS e as demais políticas públicas.

Enfrentamos a truculência da Câmara dos Vereadores de João Pessoa e até o momento impedimos a entrega das políticas públicas ao setor privado. No estado, denunciamos abertamente o processo de privatização, obrigamos o Governo a tornar sua posição pública e debater com a população, denunciamos abertamente o processo de privatização, e na Assembléia Legislativa e que fosse decretada a inconstitucionalidade do projeto do Governo na Comissão de Constituição e Justiça. da Assembléia Legislativa da Paraíba.

Seguimos firmes e organizados nas diversas conferências estaduais, como na conferência de saúde e políticas para as da mulheres. Novas conquistas foram alcançadas, moções contrárias as privatizações foram aprovadas e delegados do movimento eleitos para Conferência Nacional de Saúde.

Todas essas conquistas foram possíveis devido à organização e a luta do povo da Paraíba, é preciso seguirmos organizados. Participe do nosso seminário político-organizativo em defesa do SUS e contra as privatizações.


Pauta:
1. Informes;
2. Avaliação da Conf. Estadual de Saúde e desdobramentos para Conf. Nacional;
3. Ações jurídicas e mobilização;
4. Documentário sobre o Processo de Privatização;
5. Aprovação da logomarca do Fórum;
6. Encaminhamentos.


Data: 16 de novembro de 2011
Hora: 18h às 21h

Local: SINTRICON (Rua: Cruz Cordeiro, 75 - Bairro Varadouro)

SEJA MAIS UM/A NA LUTA CONTRA A PRIVATIZAÇÃO DAS POLÍTICAS PÚBLICAS.

--
FÓRUM PARAIBANO EM DEFESA DO SUS E CONTRA AS PRIVATIZAÇÕES.
Twitter: @ForumSaudePB
Facebook : Fórum de Saúde Paraibano

sábado, 12 de novembro de 2011

TV CORREIO: Liberdade de Imprensa ou Violação de Direitos?

Sexta, 11/11/11, cheguei ao trabalho pouco depois das 06h40 e fui recebido por um programa da TV Correio que passava na recepção: duas crianças, uma de 1 ano e 3 meses e outra de 2 anos e 6 meses, teriam sido (supostamente) estupradas pelo pai e uma delas havia chegado a morrer (a outra morreu horas depois).

Antes das 7h eu já estava dominado por uma angústia tremenda, via o rosto daquele pai exposto na TV, sendo coagido e denunciado sem direito de defesa, simplesmente olhei para um dos meus colegas de trabalho e questionei: “tomara que, caso não tenha sido esse rapaz, o rosto dele passe diversas vezes como inocente e injustiçado”. Parecia que eu estava adivinhando, os exames afirmaram que não havia indícios de violência sexual, as crianças haviam morrido por algum tipo de envenenamento.

No mesmo programa de televisão já referido, passou uma matéria sobre uma tentativa de estupro, nesta chegou ao ponto de dizer o nome da rua e o número da casa de um dos envolvidos. Isso é liberdade de imprensa? ALGUÉM PRECISA PARAR ESSES ABSURDOS!

Depois das 18h, em um programa de rádio, ouvi o locutor informar que o pai das meninas havia sido espancado pela polícia e demitido da empresa de ônibus que trabalhava logo após seu rosto ter sido exposto por trás das grades como um estuprador. Um trabalhador que, ao mesmo tempo, sofria a dor da morte de uma das filhas, a violência policial e o assédio moral da empresa na qual trabalhava. Nenhuma indenização no mundo pagará o sofrimento desse pai!

Solicitei aos órgãos competentes a investigação das “possíveis” irregularidades existentes no programa apresentado no dia 11/11/11. No mesmo documento sugeri que esse tipo de programa não seja exposto na recepção da unidade na qual trabalho em respeito as crianças, adolescentes e familiares ali atendidos.

A liberdade de imprensa não pode ser confundida com isso que alguns chamam de jornalismo. A “informação” não pode ser superior ao direito das pessoas, muito menos querer assumir o lugar o Poder Judiciário e sair julgando quem bem entender, pior, sem garantir o direito de defesa. LIBERDADE DE IMPRENSA NÃO É DESCUMPRIR A LEI!

Será que esse acontecimento foi um fato isolado? Será que esse pai foi a única vítima desse formato de programa? Quantos outros não são expostos como criminosos e humilhados em suas comunidades? ALGUÉM PRECISA PARAR OS VERDADEIROS CRIMINOSOS!

CONCLAMO aos leitores desse texto que FAÇAMOS UM MONITORAMENTO COLETIVO E DENUNCIEMOS AOS ÓRGÃOS COMPETENTES AS IRREGULARIDADES EXITENTES NOS PROGRAMAS DE TV!

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Ato - Câmara Municipal!

Companheiras/os


Soubemos a pouco que amanhã, (11/11) às 11h00 haverá uma sessão especial na Câmara Municipal sobre a Saúde na qual a Secretária de Saúde, Roseane Meira, prestará contas das ações da saúde ao Legislativo.

Vamos nos fazer presentes!

A nossa luta é todo dia!

Nossa saúde não é mercadoria!

--

FÓRUM PARAIBANO EM DEFESA DO SUS E CONTRA AS PRIVATIZAÇÕES.
http://www.forumsaudepb.org/
forumsaudepb@gmail.com
Twitter: @ForumSaudePB
Facebook : Fórum de Saúde Paraibano

terça-feira, 8 de novembro de 2011

X PARADA DA DIVERSIDADE: EXEMPLO DE FESTA E LUTA POLÍTICA.

Após dirigir pouco mais de 700km, vindo da comemoração dos 80 anos de minha avó e dos 10 anos da minha filha (1ª bisneta), cheguei na praia do Cabo Branco energizado para participar de um lindo dia de luta contra a homofobia. A orla estava tomada por crianças, adolescentes, adultos e idosos das mais diversas raças, credos e orientações sexuais, tod@s unidos em nome da diversidade e apoiando a aprovação do PL 122.

O querido Luciano (Presidente do MEL), representando o Fórum LGBT da Paraíba, abriu a X Parada da Diversidade com toda energia e alegria dos seus respeitados anos de militância política.

O outro Luciano (prefeito de João Pessoa), esse detestado por parcela significativa da população de João Pessoa, foi anunciado para falar e estranhamente foi antecedido pela Vereadora Sandra Marrocos, ficou claro que a Vereadora queria amenizar a impopularidade do Prefeito e abrir os caminhos. No final das contas os dois representavam a privatização das políticas públicas na cidade de João Pessoa e tiveram quase que nenhuma atenção dos presentes, apenas algumas palmas vindas dos que trabalham em seus gabinetes e algumas vaias, também poucas – sejamos justos, vindas dos militantes que lutam em defesa do SUS e contra as privatizações.

Além da fala do Prefeito e da Vereadora não ecoar, a X Parada da Diversidade contou com panfletos politizados e garantiu a presença de um carro de som da CONLUTAS, possibilitando o debate político em meio a bonita festa. A X Parada contou ainda com a participação de partidos como o PSOL e o PSTU que ergueram suas bandeiras sem a preocupação com o que pensarão os conservadores, e deixando clara a necessidade de ampliar a luta contra a homofobia e pela aprovação do PL 122, como vem fazendo o Deputado Federal do PSOL, Jean Willys, no Congresso Nacional e nas ruas.

Após a brilhante participação de Malu no cerimonial, Bruninho assumiu muito bem essa tarefa e convidou ao palco a Banda Brasis, que, como sempre, deu um verdadeiro show aos que abriram e fecharam esse lindo dia de luta contra a homofobia.

Aos que tentam desqualificar a X Parada da Diversidade dizendo ter visto apenas festa, eu lembro as palavras do Profº Roberto Efreen: “Um beijo LGBT em uma sociedade como a nossa é extremamente revolucionário”.

Parabéns ao Fórum LGBT e as entidades que o forma pelo bonito colorido de um dia de festa e muita luta.

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Eugênia: LUTADORA E CARNAVALESCA!

No dia 1º de novembro (2011) fui parabenizar uma amiga muito querida e recebi uma notícia muito triste, fui informado que a companheira Eugênia havia falecido. Apesar do impacto e da saudade repentina, as lembranças que surgiram não foram da mulher forte nos muitos enfrentamentos contra as desigualdades sociais, também não foram as greves enfrentadas pela companheira no Metrô de Recife ou mesmo os duros debates no período que militamos juntos PSTU, lembrei “simplesmente” dos nossos carnavais!

Em meio a tristeza da partida da companheira Eugênia, um sorriso veio ao meu rosto! A lembrança que, quase que instantaneamente, surgia em meus pensamentos foram relativas a um carnaval do início dos anos 2000, quando diante de centenas de pessoas subíamos na porta - do bloco “A Porta”. Entre os plantões na barraca do carnaval, os frevos e as cervejas do dia, uma pergunta surgia: porque não deixam os homens subirem? Entre as muitas respostas das feministas presentes, coloquei uma máscara e desafiei alguém para subir comigo, não imaginei que a corajosa Eugênia aceitaria o desafio. Uma marca em nossos carnavais!

Sua garra e seu sorriso são marcas fortes!

Companheira Eugênia – PRESENTE!

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

FELIZ ANO NOVO! FELIZ 2011.2

Hoje faço 34 anos! 04 destes vividos intensamente na Paraíba ao lado de tantas pessoas maravilhosas. Há um bom tempo eu não escrevia um texto tão tranqüilo, o sentimento que estou é de leveza e felicidade por ter caminhado até aqui com as pessoas certas, não necessariamente amigos ou familiares, mas pessoas comprometidas com a transformação social e a coletividade. Sigamos aos informes da semana mais intensa da minha curta vida.

Terça (25 de outubro) – A chapa Renovação, concorrente no processo eleitoral da Associação dos Servidores do Ministério Público da Paraíba, é prova da vontade e necessidade de mudança na forma de gerir nossa entidade, obtivemos a maioria dos votos para o Conselho Fiscal e por 09 votos não ganhamos a votação para presidência da Associação. Não tenho dúvida de que de agora em diante teremos uma Associação com outra postura política, além disso, os Servidores perceberam que é possível e necessário mudar. Parabéns aos integrantes da Chapa Renovação e aos Servidores do MPPB pelo processo eleitoral.

Quarta (26 de outubro) – Finalmente defendi minha dissertação, muito obrigado a querida Profª Cleonice pelas centenas de horas de orientação e aos demais pela compreensão diante da minha falta em diversas atividades. Fiz o que estava ao meu alcance, obrigado pelo apoio de tod@s nessa trabalhosa jornada.

Quinta (27 de outubro) – Esse foi o último dia de votação das eleições do CRESS, estou muito feliz de participar desse processo eleitoral ao lado de pessoas que conheci ainda na época do movimento estudantil e de tantas outras que tive o prazer de conhecer recentemente, fiz bons amigos. Ao contrário do que alguns tentaram dizer, a Chapa 1- “CRESS na Luta, Forte e Independente!”, jamais teria feito o belo trabalho que fez caso eu fosse o único responsável por isso, estamos construindo um trabalho coletivo e sem estrelas, vejam o blog da Chapa 1 (www.cressnalutaforteeindependente.blogspot.com), já nos sentimos vitoriosos.

Sexta (28 de outubro) – Estive no CRESS para acompanhar uma empresa de segurança levar as urnas para um cofre. Nesse dia nosso processo eleitoral somava aproximadamente 320 votos, um dos mais participativos da história. Sobre a apuração, fomos informados que será realizada no dia 18 de novembro, às 16h, na sede do CRESS.

Sábado e domingo (29 e 30 de outubro) – Esses dois dias foram dedicados para reforçar o Socialismo e a Liberdade na Paraíba. Junto com outr@s valoros@s companheir@s reafirmamos o compromisso iniciado na coleta de assinaturas para criação do PSOL. Sou absolutamente favorável a organização partidária sem o aparelhamento das lutas, das entidades ou das pessoas, por esse motivo repudiamos os partidos e os governos que agem dessa forma.

Finalmente hoje (31 de outubro) é um dia de folga. Obrigado por existirem e permitirem que eu faça parte de suas vidas! Estou energizado para recomeçar 2011 e para juntos planejarmos 2012, 2013, 2014...

Que venham outras semanas como essa na luta contra o neoconservadorismo!

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Nota de Repúdio ao "senhor" Daniel de Sousa Lira

Senhor Daniel de Sousa Lira,

Antes de qualquer coisa, existe uma informação sobre o processo eleitoral do CRESS/PB que você ainda não comunicou aos/as assistentes sociais da Paraíba, informação esta que versa sobre a retirada do seu nome do cargo a Presidente pela Chapa 2. Por que não socializar com os colegas de profissão que a chapa 02 foi obrigada pelo Código Eleitoral a retirar seu nome pelo fato que a gestão do CRESS a qual você foi TESOUREIRO, não apresentou a prestação de contas no período estabelecido. Fato este explícito no Parecer Jurídico do CFESS.

Até o momento calei diante das ações XENOFÓBICAS que passei por parte de algumas pessoas que apóiam a chapa 2, que por não terem argumentos políticos, usavam dessas ações para dizer aos/as assistentes sociais que não votassem na Chapa 1 porque eu era Pernambucano. Fico a perguntar o que não diriam por eu ser Sertanejo do Sertão do Ceará?!

Da mesma forma, não respondi as acusações descabidas de que eu seria candidato a vereador em 2012; além de MENTIRA, não é a chapa 1 que é composta por pessoas que já foram candidatas a deputada estadual.

No entanto, não consigo calar diante de acusações descabidas e levianas relativas a organizações aguerridas na defesa dos direitos, não apenas de uma ou outra categoria, mas da sociedade de uma forma geral, como o CFESS e o SINTECT/PB.

Repudiamos esse seu método e nos colocamos à disposição para um debate público sobre o assunto!


Vejam o que o Facebook de Daniel de Sousa Lira diz. A que ponto chegam as acusações! Até uma greve nacional como a dos Correios, em defesa de uma das poucas empresas ainda públicas após os ataques neoliberais, querem reduzir a uma disputa local...

 

sábado, 22 de outubro de 2011

Fórum em Defesa do SUS - Próxima Reunião!

Companheiros e companheiras de luta em defesa do SUS,

Temos passado por muitas LUTAS em nosso estado da Paraíba para defendermos o SUS do ataque privatistas de entidades privadas e posturas neoliberais governistas!

Apesar das muitas LUTAS já travadas, ainda há mais batalhas para vencermos até vencermos esta guerra!
Para tanto, se faz necessário estarmos em constante comunicação e organização!

Estamos mandando esse email, portanto, para relembrar de nossa reunião do Forum Paraibano em Defesa do SUS e Contra as Privatizações.

O que: Reunião do Forum Paraibano em Defesa do SUS e Contra as Privatizações.
Quando: Segunda-feira (dia 24 de outubro)
Onde: Sede do MEL (Av. Duque de Caxias, 169 - 2º andar, sala 303 - entre pela escadarias do fundo que dá acesso ao 2º andar)

Hora: 17:30 horas

OBS. Divulguem para seus contatos e garantam a presença de seus movimentos e de suas entidades nessa LUTA!
--

FÓRUM PARAIBANO EM DEFESA DO SUS E CONTRA AS PRIVATIZAÇÕES.
Twitter: @ForumSaudePB
Facebook : Fórum de Saúde Paraibano

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Dissertação - Dedicatória!

Amig@s, lembro que a defesa da nossa dissertação será no dia 26 de outubro, às 10h, na sala 500.
Segue a dedicatória:


À minha mãe, por nortear meu caminho.

À minha Luar, por sua sinceridade e justiça - papai te ama “infinitão”.

À Áurea Augusta, minha companheira de todos os dias.

Aos meus irmãos, Felipe e Márcia, pelo que aprendemos juntos.

sábado, 8 de outubro de 2011

Aos que preferem as Planilhas do Governo: um pouco da realidade!

Repassando texto que recebi de uma amiga assistente social...

Eita Tárcio, vamos comemorar sua defesa e mais essa vitória, que maravilha hoje o desembargador ter derrubado esse projeto de terceirização/privatização da saúde e a priore a Cruz Vermelha ter que se retirar do trauma, isso é uma grande vitória,eu vivi a realidade do SUS com o meu irmão interno 15 dias no trauma e quise no Monte Sinai, hospital particular conveniado com o SUS.

Vi de tudo naquele hospital, quando chegamos lá, tinha gente saindo pelo ladrão, os correndores feito de enfermarias, vi duas vezes pessoas cairem das macas altíssimas que deixaram os pacientes sem grade de proteção, e os funcionários se desdobrando para dar conta dos serviços sobrecarregados com o grande número de demissão, salvo engano mais de 200, não tinham assim como ficar assim atentos a cada paciente e provavelmente, na sobrecarga estavam cometendo descuidos, a exemplo, desse registro de pacientes caindo da cama.

Assisti a queda de um Senhor que tascou a cabeça na quina de uma parede e nós visitantes gritávamos por funcionários para acudí-lo e na demora dessa chegada dos funcionários, inclusive uma enfermeira, acho que era técnica de enfermagem que presenciou, ao ser cobrada para levantar o homem, desabafoi: Eu estou ocupada com esse outro aqui e não era má vontade não, de fato, ela estava muito ocupada e não podia largar um para socorrer outro, assim, fomos nós visitantes, familiares que fomos ajudar ao Senhor, embora em seguida tenha chegado 2 maqueiros.

Após ter alta da UTI, meu irmão foi transferido para o Monte Sinai, um hospital particular que tem convenio com o SUS, foi a pior experiência que já tive com hospital, seria mil vezes melhor ter permanecido em um hospital público, pois o particular só tem estrutura de parede, parece que o interesse é só com o repasse de verbas da rede pública. Nesse tivemos que bancar com as coisas mais elementares, tipo: água para o paciente, toalhas para o seu banho, fraldão, pois essas coisas não eram regularmente abastecidas, quando iamos solicitar recebiamos respostas evasivas.

Vou ilustrar com o episódio: meu irmão estava num dia com dor de barriga e ao ir a recepção pedir um fraldão ara trocá-lo a atendente, enfermeira de plantão me orientou que o deixasse assim mesmo sujo porque dentro de 40min. ele iria tomar banho. E eu indignada perguntei o paciente vai ficar sujo, vendo a hora pegar infecção , doenças por falta de higiene? Por 40min para economizar um fraldão? Se fosse seu irmão, sua mãe você faria isso?

Além do mais, esse hospital nos convidou a sairmos dele, alegando não ter tratamento para o caso do meu irmão, numa explícita demonstração de que só querem tratar dos casos simples, sem ter que dispender muita atenção e cuidados.

O quarto que ele estava nesse hospital "monte sinai", estava um caso de vigilância sanitária: a luz do banheiro queimada, a pia entupida, a descarga quebrada. Para dar descarga no banheiro tive que ir pedir um balde para ficar jogando água no vaso. Tivemos que dar banho nele no escuro, vendo a hora soltar os fios do soro e ele escorregar e machucar-se.

Por ocasião de emergência, numa situação que ele ficou sem conseguir respirar, pois estva em tratamento de pneumonia e estava com insuficiência respiratória, sai correndo em busca de um médico e ao me deparar com um jovem médico nos corredores, eu fiz o apelo: Doutor meu irmão está passando mal! Esse médico já de costas para mim, já andando falou algo que não entendi, e assim indaguei: Como Doutor? E ele me respondeu com o maior descaso: eu só sou um. E nessa indgna postura de um médico que fez um juramento de salvar vidas, ele não foi até hoje saber o que se passou, se o paciente morreu ou não, não mandou sequer uma enfermeira para olhar pressão, ver a urgência do caso, enfim , tomar alguma medida responsável.

Indignados com essa situação e pressionados para conseguirmos um hospital para transferí-lo de lá, nos impacientamos e convocamos a TV Cabo Branco, infelizmente ou felizmente, não sei, visto o alto grau de estresse que estava, a tv não compareceu. Por fim, nessa mesma noite tomamos a decisão de transferí-lo para um hospital particular, haja vista, que não podia voltar para o trauma e não tinhamos conseguido um hospital para transferí-lo, visto que ele já estava acolhido em um hospital conveniado com o SUS e se foi concedida a permissão para sua transferência para esse hospital, tinhamos a suposição que esse hospital estava apto para o atendimento, pois se funciona em rede, espera-se que os gestores e profissionais conheçam as competências dos serviços com os quais trabalha. Nessa transferência para o Samaritano, gastamos quase 10.000 reiais, visto que só uma tumografia particular custa 800 reais. Cada diaria 150 reais.

Nesse contexto eu percebi como a saúde de João Pessoa está doente. E assim, caro colega, é com muita alegria que assistimos essa liminar, embora caiba recurso e ainda é uma ameaça real o projeto neoliberal no SUS, com muita incisiva no âmbito local. E você como um militante que esteve a frente nesse bom combate, foi a primeira pessoa que lembrei para saldar nesse momento de VITÓRIA.

Se achar conveniente, divulgue minha carta no seu blog, pois eu tinha pensado em processar o hospital MONTE SINAI, a partir das muitas testemunhas de minha família e amigos e de gravações de nossas conversas com a direção e o médico do hospital. Mas, diante de toda a batalha para salvar a vida dele, minhas forças se esguarneceram para travar esse outro desgaste, mas minha indignação permanece, a dívida financeira permanece dividida entre meus familiares e essas coisas que ocorrem entre 4 paredes de um hospital precisam serem desmascaradas e desveladas, para que sigamos no projeto de construção da reforma sanitária que ainda não ocorreu de fato, ainda é um processo de luta de toda a sociedade.

Um abraço, muito feliz pelo acontecimento de hoje!!!
Ana Martins
Assistente Social

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Mais companheiras apoiando a Chapa 1- "CRESS na Luta, Forte e Independente!"

Elaine Behring (Presidente CFESS 1999/2002 – ABEPSS 2010/2011)
Ivanete Boschetti (Presidente CFESS- Gestão 2008/2011)



Gestão CFESS 'Atitude Crítica para Avançar na Luta' (2008/2011)

Silvana Mara (RN)
Sâmbara Paula Ribeiro (CE)
Rodriane de Oliveira Souza (RJ)
Tânia Godoi Diniz (SP)


Universidade Federal da Paraíba

Cláudia Gomes (Professora UFPB);
Elisangela Inácio (Professora UFPB).



Declare seu apoio: mande seu vídeo, gravação de voz, texto, ou simplesmente seu nome para cressnalutaforteeindependente@hotmail.com





Forte Abraço

@CRESSFORTE

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Seguem as Lutas Contra as Privatizações!

CONVOCAÇÃO!!!


"É preciso não ter medo! É preciso ter coragem de dizer."

Carlos Marighella.


Lutadoras e lutadores,

O SUS é fruto do suor, sangue e energia de milhares de pessoas que lutaram para permitir que TODOS AS/OS BRASILEIRAS/OS pudessem ter acesso à saúde.

SOMENTE O POVO ORGANIZADO PODE BARRAR A ENTREGA DOS DIREITOS SOCIAIS PARA MÃOS DE EMPRESAS QUE SÓ VISAM LUCRO E CUJO HISTÓRICO EVIDENCIA FRAUDES.

NÃO VAMOS PERMITIR QUE ENTREGUEM O SUS A EMPRESAS PRIVADAS!!!

PARTICIPE!



TERÇA-FEIRA (04/10/2011)

Tenda com ações de saúde, panfletagem, recolhimento de assinaturas de abaixo-assinado contra a privatização da saúde.

9H00 NA LAGOA (PARQUE SÓLON DE LUCENA) PRÓXIMO A LOJA ESPLANADA.


QUARTA-FEIRA (05/10/2011)

SESSÃO ORDINÁRIA QUE PAUTARÁ A MEDIDA PROVISÓRIA 178/2011

TODAS/OS ÀS 8HOO NA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DA PARAÍBA ( PRAÇA DOS TRÊS PODERES).


REPASSEM EM SUAS LISTAS DE E-MAILS!

OS NÃO!!! NÃO À PRIVATIZAÇÃO!!!
OS NÃO!!! NÃO À PRIVATIZAÇÃO!!!
DO MEU DIREITO NÃO ABRO MÃO!!!
NÓS SOMOS CONTRA A PRIVATIZAÇÃO!!!



FÓRUM PARAIBANO EM DEFESA DO SUS E CONTRA AS PRIVATIZAÇÕES.
Twitter: @ForumSaudePB
Facebook : Fórum de Saúde Paraibano

sábado, 1 de outubro de 2011

Violência Sexual e Insegurança na UFPB!

Texto recebido do Centro Acadêmico de Serviço Social da UFPB...

EM TEMPOS DE VIOLÊNCIA, DE GRANDE DESRESPONSABILIZAÇÃO DO ESTADO NO PROVIMENTO DE UMA EFETIVA SEGURANÇA PÚBLICA, A SOCIEDADE É CADA VEZ MAIS VITIMIZADA.

NA ÚLTIMA SEXTA-FEIRA DIA 30 DE SETEMBRO, POR VOLTA DO MEIO-DIA UMA UNIVERSITÁRIA DO CURSO DE SERVIÇO SOCIAL DA UFPB FOI ABUSADA SEXUALMENTE PRÓXIMO AO CAMPUS DA UFPB, VIOLÊNCIA QUE NÃO SE APRESENTA DE FORMA ISOLADA, OCORRENDO DIVERSOS INCIDENTES TAMBÉM DENTRO DA PRÓPRIA UNIVERSIDADE.

COM O OBJETIVO DE PROTESTAR CONTRA TAL VIOLÊNCIA E DE EXIRGIRMOS TANTO DA REITORIA DA UFPB COMO TAMBÉM DO PRÓPRIO ESTADO RESPOSTAS CONCRETAS E IMEDIATAS, O CENTRO ACADÊMICO DE SERVIÇO SOCIAL DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA, JUNTAMENTE COM A CHAPA 1 DO CRESS -PB, MOVIMENTOS SOCIAIS, DEPARTAMENTO E COORDENAÇÃO DO CURSO DE SERVIÇO SOCIAL DA UFPB, CONVIDAM A TOD@S PARA:

ATO PÚBLICO CONTRA FALTA DE SEGURANÇA E COMBATE A VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

DATA: 04 DE OUTUBRO (TERÇA-FEIRA)

CONCENTRAÇÃO: 12:00HS NA PRAÇA DA ALEGRIA NA UFPB

ATO: 13:00HS CAMINHADA PELA AVENIDA PRINCIPAL DE ACESSO A UFPB

LEVEM APITOS, FAIXAS E CARTAZES.

DIVULGUEM AMPLAMENTE

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Um pouco de Carnaval em tempo tensão!

Autor: Raul Moraes


Arranjador: José Menezes

Música: Velhos tempos de criança



Velhos tempos de criança

Recordo tristemente, sempre a chorar

Hoje somente a lembrança

De tudo que se foi, para nunca mais voltar

Mas a vida é mesmo assim

A gene pouco a pouco vai chegand ao fim

Desilusões nada mais

Vive a sofrer um folião dos velhos carnavais

Eis a razão porque minha alma chora

Sentindo os eflúvios da saudade

Ao relembrar os carnavais de outrora

E não ter mais a minha mocidade

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

domingo, 25 de setembro de 2011

Agenda da Semana e Novo Vídeo! Não à Privatização das Políticas Públicas!

TEXTO DO FÓRUM COM AGENDA DA SEMANA e VÍDEO COM DECLARAÇÕES DE MILITANTE DA CENA CULTURAL E IMAGENS DE ATOS ANTERIORES.

CONVOCAÇÃO!!!!!



“Os poderosos podem matar uma, duas ou até três rosas,
mas jamais poderão deter a primavera.”

Che Guevara

Lutadoras e lutadores,

Há anos lutamos para ter uma vida digna com direito à saúde, educação, trabalho, lazer, segurança... Lutamos pela preservação do meio ambiente, pela distribuição de renda, pelo fim da fome, por moradia, por terra, pelo fim da opressão de gênero, pelo fim da homofobia, pelo fim do racismo, pela não violência contra as mulheres, pela democratização da comunicação, pelo livre direito de manifestação de idéias... Lutamos!!! Conquistamos alguns direitos pela FORÇA DA ORGANIZAÇÃO POPULAR, que NÃO SE CALOU diante das injustiças sociais.

Nos últimos meses, o Brasil e a Paraíba têm sofrido com o atentado a tantos desses direitos conquistados, inclusive o de livre manifestação.

No município, após duas semanas violência e truculência por parte da Câmara Municipal e mesmo com a resistência, luta e as manifestações contrárias da população, 12 vereadores (traidores da população) VOTARAM COM URGÊNCIA, DE FORMA MANIPULADA E SEM DEBATE COM A POPULAÇÃO, a favor do Projeto de lei que entrega a gestão, o patrimônio e os servidores de serviços da área DE SAÚDE, EDUCAÇÃO, MEIO AMBIENTE, ASSISTÊNCIA SOCIAL, CULTURA E CIÊNCIA E TECNOLOGIA para as mãos de entidades privadas nos moldes da Cruz Vermelha. E mesmo sob a decisão da Juíza Maria de Fátima Lúcia Ramalho da 5ª Vara da Fazenda suspendendo a assinatura do PL pelo prefeito Luciano Agra, este publicou em diário oficial a lei das OS’s.

Numa segunda decisão, A JUÍZA MARIA DE FÁTIMA SUSPENDEU A LEI IMPEDIDO QUE ELA TENHA VALIDADE ATÉ SER JULGADA A CONDUÇÃO DO PROCESSO.

Na próxima semana, numa continuidade do atentado aos direitos sociais conquistados historicamente, a medida provisória (MP) 178/2011, imposta pelo Governador Ricardo Coutinho e que entregou a gestão do hospital de Traumas para a entidade privada Cruz Vermelha, será colocada em pauta na Assembleia Legislativa. Tal MP ENTREGA O SUS PARA AS MÃOS DE ENTIDADES PRIVADAS QUE SÓ SE INTERESSAM POR LUCRO; NÃO PRESTAM SERVIÇOS DE QUALIDADE PARA A POPULAÇÃO; OPRIMEM E DEMITEM TRABALHADORES; REDUZEM SALÁRIOS; NÃO REALIZAM CONCURSO PÚBLICO, NÃO REALIZAM LICITAÇÃO E TÊM HISTÓRICO DE FRAUDES EM VÁRIOS ESTADOS DO PAÍS.

NÃO SE CALE DIANTE DO ATENTADO A SEUS DIREITOS!!!!

Participe:

AUDIÊNCIA PÚBLICA PARA DEBATER A PRIVATIZAÇÃO DA SAÚDE- 27/09, ÀS 8H00 NO AUDITÓRIO JOÃO EUDES DA NÓBREGA, NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA ( PRAÇA DOS TRÊS PODERES)

REUNIÃO DA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E REDAÇÃO PARA VOTAR A CONSTITUCIONALIDADE DA MP 178/2011- 27/09 ÀS 14H00 NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA. (PRAÇA DOS TRÊS PODERES)

SESSÃO PLENÁRIA PARA VOTAR A MP- 28/09 ÀS 8H00 NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA. (PRAÇA DOS TRÊS PODERES)

SOMENTE A FORÇA DO POVO PODE IMPEDIR A PRIVATIZAÇÃO DA SAÚDE, DA EDUCAÇÃO, DO MEIO AMBIENTE, DA CULTURA, DA ASSISTÊNCIA SOCIAL, DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA!!!!!!

DO MEU DIREITO NÃO ABRO MÃO!!!!

NÓS SOMOS CONTRA A PRIVATIZAÇÃO!!!!


 
ADUFPB- JP/SSIND- ASSOCIAÇÃO DE DOCENTES DA UFPB
AMAZONA-ASSOCIAÇÃO DE PREVENÇÃO À AIDS
ANEL- ASSEMBLEIA NACIONAL DOS ESTUDANTES LIVRES
APAM- ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO AMBIENTAL
APROS- ASSOCIAÇÃO DAS PROSTITUTAS DA PARAÍBA
ASSEMBLÉIA POPULAR / PB
APES/JP -ASSOCIAÇÃO PESSOENSE DE ESTUDANTES SECUNDARISTAS
APES/PB- ASSOCIAÇÃO PARAIBANA DE ESTUDANTES SECUNDARISTAS
COLETIVO DA SAÚDE/UFPB
COLETIVO ENFRENTE
CONSULTA POPULAR/PB
CSP-CONLUTAS
CENTROS ACADÊMICOS DA UFPB (CANAL; CALFARM; CANUT; CASS; CAFISIO; CAHIS; CALET)
CFESS – CONSELHO FEDEREAL DE SERVIÇO SOCIAL
DIGNITATIS- ASSESSORIA TÉCNICA POPULAR
FORUM ONG AIDS
FORUM NACIONAL DE RESIDENTES EM SAÚDE
GRÊMIO LYCEU PARAIBANO
LEVANTE POPULAR DA JUVENTUDE
MARCHA MUNDIAL DAS MULHERES
MOVIMENTO DOS TRABALHADORES DESEMPREGADOS
MOVIMENTO DO ESPÍRITO LILÁS
MOVIMENTO LEVANTE
OVIMENTO LUTA DE CLASSES
MOVIMENTO DE MULHERES OLGA BENÁRIO
MOVIMENTO DE LUTA NOS BAIRROS, VILAS E FAVELAS (MLB)
REDE FEMINISTA DE SAÚDE /REGIONAL PARAIBA
SINDENF-PB (SINDICATO DOS ENFERMEIROS DA PARAÍBA)
SINDLIMP/PB- SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS EMPRESAS DE LIMPEZA URBANA DA PARAÍBA
SINFITO/PB - SINDICATO DOS FISIOTERAPEUTAS E TERAPEUTAS OCUPACIONAIS DA PARAÍBA
SINMED/PB - SINDICATO DOS MÉDICOS DA PARAÍBA
SINTE/PB - SINDICATO DOS TERAPEUTAS DO ESTADO DA PARAÍBA
SINTEM- SINDICATO DOS TRABALHADORES DE EDUCAÇÃO DO MUNICÍPIO DE JOÃO PESSOA
SINTESP/PB-SINDICATO DOS TRABALHADORES DE ENSINO SUPERIOR DO ESTADO DA PARAÍBA
SINTTEL - SINDICATO DOS TRABALHADORES EM TELECOMUNICAÇÃO DA PARAÍBA
SINTEP - SINDICATO DOS TRABALHADORES DA EDUCAÇÃO DA PARAÍBA
SINTRAMB- SINDICATO DOS TRABALHADORES DO MUNICÍPIO DE BAYEX
SINTRICOM-SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DA CONSTRUÇÃO CIVIL E DO MOBILIÁRIO EM JOÃO PESSOA
UBES- UNIÃO BRASILEIRA DE ESTUDANTES SECUNDARISTAS
PARTIDO COMUNISTA REVOLUCIONÁRIO (PCR)
PARTIDO DA CAUSA OPERÁRIA (PCO)
PARTIDO SOCIALISTA DOS TRABALHADORES UNIFICADO (PSTU)
PARTIDO SOCIALISMO E LIBERDADE (PSOL)
PROFESSORAS/ES, ESTUDANTES E TRABALHADORAS/ES

sábado, 24 de setembro de 2011

Análise da Semana: DCE-UFPB e ASMP-PB!

Como é do conhecimento de boa parte das pessoas que participam do meu cotidiano, sou estudante da UFPB e servidor público estadual. Em cada um desses espaços sou representado por uma entidade diferente, na UFPB pelo Diretório Central dos Estudantes; no Ministério Público da Paraíba (MPPB) pela Associação dos Servidores do Ministério Público da Paraíba (ASMP-PB). Essa semana, enquanto no meu espaço acadêmico ocorreram as eleições do DCE, no meu trabalho foi lançado o edital das eleições da ASMP-PB.


DCE - UFPB

Na UFPB, mesmo sem bola de cristal, desde 11 de junho (data de realização de um COEB bem polêmico) eu já havia dito que o campo mais coerente da gestão Vira Mundo seria derrotado. Os valorosos militantes que formavam a Chapa 01 e 04, foram os mesmos militantes que fizeram as últimas lutas e processos organizativos da juventude no DCE UFPB, porém, infelizmente, optaram pelo caminho das diferenças e não o da unidade. O resultado foi a vitória de uma chapa que possui representantes das forças políticas que hoje entregam as políticas públicas da Paraíba para iniciativa privada.

Não irei prolongar essa temática, sobre ela, após ter sido acusado de fazer a política do “bonzinho” por uma companheira que admiro muito, só digo que: os companheiros que fizeram acusações que levaram a ruptura da unidade que vinha sendo construída até o COEB acima referido precisam ser responsáveis o suficiente para apresentar publicamente as provas até hoje não apresentadas (ao menos para mim), ou, e talvez essa opção seja a mais sensata, parar as acusações e buscar a unidade desses setores nas lutas sociais que estão ocorrendo. Não podemos é seguir uma divisão cega e transferi o mesmo debate para os CA’s e para as ruas, nosso inimigo é muito maior que nossas diferenças.

Apesar de ainda jovem no debate político, aprendi que não se faz política com o estômago ou inflando a raiva de seus pares em nome de uma autoconstrução, mas COM UNIDADE PROGRAMÁTICA. Apesar de triste com o resultado do processo eleitoral da UFPB, estou super animado com a organização de um grupo de servidores do MPPB que estão buscando renovar a ASMP-PB, e melhor, entendendo que renovação não se faz pela metade.


ASMP-PB

A cada dia meus colegas de trabalho estão mais animados, já não somos servidores apenas de João Pessoa, mas a bandeira da renovação já tem adeptos em diversas cidades onde existe MPPB. Além dos que já eram associados, outros tantos trabalhadores, percebendo a possibilidade de construir uma nova associação, estão levando suas fichas de filiação na sede da ASMP-PB.

Ainda sobre a ASMP-PB, outro fato animador é que o grupo que se forma não é oposição por oposição, são servidores dispostos a debater de forma coletiva uma gama de propostas extremamente coerentes. O debate desse grupo não passa por interesse em cargos ou vaidade de ser diretor da associação.

Não podemos seguir com uma associação na qual muitos servidores sejam associados apenas pelo desconto no plano de saúde, é hora de ampliar os convênios existentes e aproximar os servidores, nesse sentido, outras propostas que escutei desse novo grupo é a realização das “Olimpíadas dos Servidores” e confraternizações que envolvam um número maior de servidores.

A democratização da entidade, com a realização de assembléias regulares, reuniões de direção abertas e um mecanismo de comunicação que funcione, são propostas que os servidores precisam defender. Só organizados e unidos, podemos pensar em ter uma data base para os servidores, ter um debate aberto sobre o PCCS e seguir construindo o Sindicato dos Trabalhadores do MPPB.


Pela Unidade dos Servidores!

Os Novos de Hoje São os Antigos de Amanhã!

Nível Superior Não é Melhor que Nível Médio – Servidor é Servidor!

Renovação Não se Faz Pela Metade!

Por uma ASMP-PB Independente e dos Servidores!


VAMOS REFLETIR... Você acredita que o Diretor de um Sindicato dos Professores da Rede Estadual que tenha um cargo no Governo do Estado e salário bem superior ao dos demais professores vai levantar pautas que não sejam a do Governo e ter a mesma vontade de mudança que os demais que recebem um salário bem inferior?



MUDANDO DE ASSUNTO...

Seguem algumas fotos de como o movimento contra as privatizações foi tratado, gravações as escondidas que não sabemos quem as fez e muita polícia para o povo não entrar na Câmara Municipal de João Pessoa! Sigamos organizados, em breve publico o calendário da semana! Parabéns ao trabalho desenvolvido pelo Fórum Paraibano em Defesa do SUS e Contra as Privatizações.



Fotos: Tárcio Teixeira

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Mais uma vitória! Mas nossa luta é nas ruas!

Segue texto do Fórum e declarações de Luciano, Presidente do MEL, sobre o papel dos vereadores de João Pessoa ao aprovarem a lei que entrega as políticas públiclas para as OS.

Boas notícias!

A Juíza Maria de Fátima Lúcia Ramalho, da 5ª vara da Fazenda Pública da Capital, posicionou-se favorável a pedido de suspensão de sanção do Projeto de Lei 1064/2011 pelo Prefeito Luciano Agra até que seja julgado o mérito da ação. Cabendo multa diária de 3 mil reais ao Prefeito Luciano Agra em caso de descumprimento da decisão. ( Em breve documento estará disponível no site www.forumsaudepb.org).

Ontem a constitucionalidade da Medida Provisória 178/2011 que entregou a gestão do Hospital de traumas a OS Cruz Vermelha Brasileira não foi votada na Comissão de Constituição, Justiça e redação, devido pedido de vistas, sendo indicada a realização de audiência pública para debater o assunto.

A luta não pára e diante dos acontecimentos precisamos continuar mobilizados e organizados. Nesse sentido, é fundamental a sua participação segue nossa agenda:

•PANFLETAGEM NA LAGOA, AMANHÃ (22/09- QUINTA-FEIRA) ÀS 16H00: CONCENTRAÇÃO EM FRENTE A LOJA ESPLANADA;

•REUNIÃO DE PLANEJAMENTO DO FÓRUM PARAIBANO EM DEFESA DO SUS E CONTRA AS PRIVATIZAÇÕES, 24/09, ÀS 8H, NO AUDITÓRIO DO SINTRICOM (SINDICATO DE TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DA CONSTRUÇÃO CIVIL E DO IMOBILIÁRIO DE JOÃO PESSOA) LOCALIZADO À RUA CRUZ CORDEIRO, 75, BAIRRO VARADOURO, PRÓXIMO A DELEGACIA DA POLICIA CIVIL).

A NOSSA LUTA É TODO DIA !!! NOSSA SAÚDE NÃO É MERCADORIA !!!

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Primeira vitória contra a privatização das pololíticas públicas!

Amig@s, segue texto do Fórum em Defesa do SUS e Contra as Privatizações e vídeo que fiz com as declações do Profº Cezar Maranhão (Serviço Social da UFPB).

Forte Abraço
Tárcio Teixeira


LUTADORAS E LUTADORES!!!

HOJE TIVEMOS MAIS UMA VITÓRIA !!! FOI PEDIDO VISTAS A MP PROVISÓRIA 178/2011 QUE QUALIFICA ORGANIZAÇÕES SOCIAIS NO ÂMBITO DO ESTADO DA PARAÍBA E QUE ENTREGOU A GESTÃO DO HOSPITAL DE URGÊNCIA E TRAUMAS HUMBERTO LUCENA PARA AS MÃOS DA CRUZ VERMELHA.

A NOSSA PRESENÇA FOI FUNDAMENTAL!

NÃO HAVERÁ ATIVIDADE NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA AMANHÃ, MAS SERÁ REALIZADA UMA AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE O TEMA NA PRÓXIMA SEMANA, TERÇA-FEIRA (A CONFIRMAR).

VAMOS NOS MANTER VIGILANTES!!! E NOS ORGANIZARMOS PARA LOTAR A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE BARRAR A MP 178/2011

REUNIÃO AMPLIADA DO FÓRUM PARAIBANO EM DEFESA DO SUS E CONTRA AS PRIVATIZAÇÕES, 24/09 (SÁBADO) ,ÀS 8H00 NO AUDITÓRIO DO SINTEP ( CENTRO).

REPASSEM PARA SUAS LISTAS!

PARTICIPE!!!!