Siga o Blog por E-Mail.

sexta-feira, 26 de março de 2010

VOCÊ É MEU LSD

Chove

chove e não é pouco
Como também não o são
           meus pensamentos indecentes
Chove!
Chove insistentemente
Gotas e mais gotas uma, depois d’outra
Centenas, milhares e milhões...
A chuva continua a cair, firme e decidida
Acoitando-me o costado, gelando-me
O corpo até os ossos
Sinto você, tua presença é quando percebo
Do outro lado a cortina de água
Ela tentando ofuscar o brilho do teu
Sorriso turvando-me a visão
Diante dessa cortina que tenta nos separar
Sinto por um momento o sabor
Da importância
Ela quer tirar de mim tudo
Até esse sorriso que ferve-me o sangue
Diante da impossibilidade de tocá-la
Ou pelo menos vê-la enlouqueço
Tu que habita minha intimidade e conhece meus
desejos secretos
Sabe que a muito tento me reencontrar
          Ter a segurança de antes, a maturidade
conquistada a sangue
Reencontrar um EU que perdeu-se dentro de ti
agora vejo-me como uma folha dessa arvore
         que te abriga
Arrancada de seu habitar á força
         que desgovernada vem ao chão
Num balé doido dançando ao sabor
          de tuas vontades enquanto nuvens
          desabam sobre mim
E o sol covarde se esconde
          privando-me de admira-la
Sei que apesar da úmida solidão logo a verei
A magia do olhar e o esplendor do teu sorriso
Tens para mim um sabor lisérgico
         de desejos lindamente imorais
Um tesão alucinógeno
          com verdadeiras viagens coloridas
Linda
          Simples
                     Deliciosa

(Valter di Lascio)

Ps.: Poesia copiada do folhetim SÓ PRA SER (de Valter di Lascio), não foi mudada forma, palavras ou ortografia!

terça-feira, 9 de março de 2010

O CIRCO EU VI... MAS E O PÃO, A SEGURANÇA, A SAÚDE E A EDUCAÇÃO?

O CIRCO EU VI... MAS E O PÃO, A SEGURANÇA, A SAÚDE E A EDUCAÇÃO?


“Tá marcado prá chegar
Não escuto o que eles dizem
Não escuto o que eles falam
Não falo igual!”

(Fernanda Abreu)


Antes de mais nada, eu gostaria de corrigir o locutor de Ricardo Coutinho na abertura do Show feito no Ponto dos Cem Réis, não são cem anos de luta das mulheres... são cem anos de um fato histórico importantíssimo de mulheres assumindo sua classe, operárias em luta por direitos... quanto ao tempo da luta, são milhares de anos, as mulheres nunca ficaram caladas diante da opressão sofrida, de uma forma ou de outra lutavam e seguirão lutando!

Tirando fora musicalidade e diversão, até mesmo porque foi massa o show de Mira Maia e Fernanda Abreu no Ponto dos Cem Réis, ficamos a nos perguntar: como estão as mulheres em João Pessoa? Como estão as mulheres na Paraíba?

No dia 08 de março Ricardo Coutinho, parceiro de Cássio Cunha Lima (preciso dizer quem é e o que fez?), fez promoveu um show no centro da Cidade com feirinha de artesanato (é a informalidade que resta às mulheres?), isso mesmo, não foi inaugurado outro centro (ou outros) de referência ou uma casa de apoio (que não tem na cidade), muito menos um programa de renda específica para mulheres vítimas de violência... Seguem de mãos dadas no circo, parceiros tentando construir “paraísos artificiais”.

Neste mesmo dia, o Governador Maranhão com seu principal aliado, o PT paraibano, cria uma Secretaria Especial de Políticas Públicas para as Mulheres, sem abrir concurso público ou formar uma equipe estruturada para tal tarefa, além disso, destina apenas R$1,5 milhão de reais (já incluso nesse valor as contra partidas dos demais munucipios e do governo federal). Pode parecer muita grana para nós trabalhadores, mas quando olhamos e percebemos que os gastos com publicidade são bem superiores, percebemos qual a prioridade dessa parceria.

Essas alianças, que em nada contribuem para as mulheres, crianças, adolescentes, desempregados, sem-terra, e trabalhadoras e trabalhadores em geral, faz com que eu lembre do show, quando Fernanda Abreu canta “"cabaram" com o baile funk/ Tamanha hipocrisia/ Tá todo mundo fazendo do jeito que fazia.”. Já foram ou são: PMDB (Sarney e Maranhão), PSDB (Fernando Henrique Cardoso e Cassio Cunha Lima), DEM (Efraim Morais e Arruda), PTB (Roberto Jeferson e Armando Abílio), esses são os partidos que estão aliados e misturados ao PT e PSB paraibano, no popular diz assim: ISSO É FARINHA DO MESMO SACO!

Só uma pausa... Falando em funk, cadê o funk paraibano? Vale uma enquête: 1. ele não existe (duvido muito)?; ou 2. não tem espaço como outros vários segmentos da cultura paraibana (sou mais esse).

Desculpe, voltando... só de violência doméstica, na Paraíba, foram mais de mil casos denunciados na Justiça pelo Ministério Público em 2009, percebam que está fora desses números os casos que não se trata de violência doméstica e outros milhares de casos que não são denunciados por diversas razões, entre elas o medo e falta de apoio às vítimas por parte das políticas públicas. Políticas estas, no caso da Paraíba, nos últimos anos, geridas por Ricardo Coutinho, Cássio Cunha Lima e Maranhão com seu Vice do PT, que é parte direta do atual governo. O combativo e organizado movimento de mulheres, sem dúvida, possui números mais precisos e, sem dúvida, maiores.

A Mira Maia, muito legal as letras dela, cantava “meu nome não estava lá”, isso falando da lista do céu, inferno e purgatório (escutem, é muito massa)... Eu digo que MEU NOME NÃO ESTÁ LÁ em alianças falsas que só favorecem a corja do poderio econômico que suga nossa Paraíba!


ACREDITEM, MUITOS NÃO ESTÃO COM O NOME LÁ!

NÃO PODEMOS APOIAR AS PARCERIAS DO CAPITAL!

NÃO AO VOTO ÚTIL! SABEMOS PENSAR!

FORÇA PARA LUTA DAS MULHERES!


Tárcio Teixeira
Ps.: Podem postar comentários discordando ou tentando justificar essas alianças, se não for baixaria garanto que publicarei, mas precisam ser identificadas!

MILHARES DE ANOS DE LUTA!

 O que ?



Meninas brincam de boneca

Meninos jogam futebol

Moças lavam os pratos

Garotos pagam as contas

Mulheres cuidam da casa

Homens saem de casa

Quem inventou essa porra?

(Tárcio Teixeira)
 
Ps.:  Tentei escrever um texto maior e melhor, não terminei... acredito que merece uma lembraça... depois mando o texto que gostaria! FELIZ DIA DA MULHER! MILHARES DE ANOS DE LUTA!

terça-feira, 2 de março de 2010

Encontro com a Lua e a Noite


Fui confuso encontrar a Lua

Levei meus amores

Levei minhas paixões

Recitei todas as minhas dúvidas

Recitei todas as minhas questões

Sua voz suave foi encoberta pelas nuvens

Sua pele clara encoberta pela pele escura da Noite

Gritos diziam para eu não me apegar as coisas da terra

Eu clamava exatamente ao céu

Eu clamava exatamente ao Luar

Dúvidas e questões voltavam sem respostas

A pele clara da Lua voltava a brilhar

A pele escura da Noite teimava em impor seu reflexivo silêncio



(Tárcio Teixeira)